Dr. C. F. W. Walther (Publicado: 24 de Abril de 2017, Domingo, 23h52)
Todos os dias 7 de maio de cada ano que passa, muitas igrejas luteranas lembram, com gratidão a Deus, a vida de C. F. W. Walther, um grande pastor e teólogo, firme na confissão da fé evangélica, ortodoxa, católica e apostólica, e que deixou um legado para infindas gerações de pastores em sua proclamação calorosa e amorosa da Palavra de Deus para o povo.

Benjamin keach (Publicado: 02 de Abril de 2017, Domingo, 19h41)
Benjamin Keach nasceu no dia 29 de Fevereiro de 1640. Seus pais, John e Feodora Keach eram Protestantes-Anglicanos. Quando era jovem aprendeu o oficio da alfaiataria. Recebeu muita influência e impacto pela pregação de um evangelista independente, o pastor Anglicano-Calvinista Matthew Mead. Foi batizado por um pastor Batista-Arminiano, o general militar João Russell, quando tinha 15 anos de idade, alcançando as convicções Batistas através do estudo pessoal da Bíblia. Com 18 anos de idade começou a realizar diversas pregações sempre movidas por despertamento espiritual. Conhecia a doutrina arminiana, mas fixou suas convicções no doutrina Calvinista. Suas origens são humildes e não foi educado em escolas teológicas, mas é reconhecido como um dos melhores ministros-teólogos Batistas de sua época.

B. H. Carroll (Publicado: 26 de Fevereiro de 2017, Domingo, 23h37)
Carroll serviu o exército do Confederate States of America de 1862 até 1864. Em 1865, com a idade de vinte e dois anos, ele se converteu ao Cristianismo quando esteve em um encontro dos metodistas, assumindo o desafio de um pregador em experimentar o Cristianismo. Em 1866, ele casou-se novamente com a Ellen Virginia Bell. Sua primeira esposa o tinha traído enquanto Carroll estava na guerra, portanto tinha pedido o divórcio. Mas, Ellen morreu e Carroll se casou mais uma vez em 1899 com Hallie Harrison.

Jacques Lefèvre d'Étaples (Publicado: 12 de Fevereiro de 2017, Domingo, 01h26)
Jacques Lefèvre d'Étaples ou Jacobus Faber Stapulensis (1455-1536) foi um teólogo e humanista francês precursor da Reforma Protestante na França. O "d'Étaples" não fazia parte de seu nome como tal, mas costumava distingui-lo de Jacques Lefèvre de Deventer, um contemporâneo menos significativo e um amigo correspondente de Erasmus. Ambos os nomes são chamados também às vezes pela versão alemã Jacob / Jakob Faber. D'Étaples possuia um relacionamento complicado com Erasmus, cujo trabalho sobre a tradução bíblica e na teologia eram muito parecidos com o seu.

Russell Shedd (Publicado: 22 de Dezembro de 2016, Quinta Feira, 12h38)
Russell Shedd nasceu na Bolívia, onde seus pais, Leslie Martin e Della Johnston eram missionários entre os índios. Aos cinco anos Shedd esteve pela primeira vez nos Estados Unidos, onde completou seus estudos e graduou-se em teologia pela Wheaton College. Diplomou-se Ph.D. em Novo Testamento pela Universidade de Edimburgo, Escócia. De volta aos Estados Unidos, serviu durante cerca de um ano como pastor interino e logo foi aceito como missionário pela Missão Batista Conservadora, indo trabalhar em Portugal por um curto período. Após, transferiu-se definitivamente para o Brasil em 1962, estabelecendo-se definitivamente em São Paulo, onde continuou as Edições Vida Nova que havia iniciado em Portugal com Arthur Brown, tendo lecionado na Faculdade Teológica Batista de São Paulo. Em 1957, casou-se com Patrícia, com quem teve 5 filhos. Shedd foi Presidente Emeríto da Vida Nova e consultor da Shedd Publicações e viajou pelo Brasil e exterior ministrando em conferências, igrejas, seminários e faculdades de Teologia. Pertence à Igreja Bíblica Evangélica da Comunhão (IBEC).

Lewis Bayly (Publicado: 12 de Dezembro de 2016, Segunda Feira, 01h25)
Ele foi educado em Oxford, tornou-se Vigário de Evesham, Worcestershire, e, provavelmente, em 1604 tornou-se reitor da Igreja de São Mateus, rua sexta-feira, em Londres. Ele então foi capelão de Henrique Frederico, Príncipe de Gales (falecido em 1612), mais tarde capelão do rei James I da Inglaterra, que, em 1616, o nomeou bispo de Bangor. Ele era um puritano fervoroso.

Charles Simeon (Publicado: 11 de Dezembro de 2016, Domingo, 22h58)
Nos seus primeiros anos de ministério, o pastor da Igreja Anglicana, Charles Simeon (24 de setembro de 1759 - 13 de novembro de 1836) era um homem rude e agressivo. Certo dia, foi visitar um pastor amigo numa povoação próxima da sua casa. Após a visita, as filhas do amigo queixaram-se ao pai sobre o comportamento de Simeon. O pai, então levou as suas filhas para o quintal, e disse-lhes: "Apanhai um daqueles pêssegos para mim." Era o início do verão e os pêssegos estavam verdes. As meninas perguntaram-lhe por que é ele queria fruta verde, que ainda não estava madura. Ele respondeu-lhes: "Bem, minhas queridas, agora ele está verde e nós precisamos esperar; um pouco mais de Sol, um pouco mais de chuva e o pêssego estará maduro e doce. É assim com o senhor Simeon."

Matthias Hafenreffer (Publicado: 02 de Dezembro de 2016, Sexta Feira, 01h22)
Hafenreffer estudou Filosofia e Teologia na Universidade de Tübingen, tornou-se Mestre em 1581, e repetente em 1583. Em 1586 tornou-se Diácono de Herrenberg, em 1588, sacerdote em Ehningen; em 1590 Pregador e Conselheiro do Consistório em Stuttgart. Em 1590 ele retorna como professor em Tübingen, e ao mesmo tempo recebe o seu diploma de doutorado em teologia. Em 1618 ele é nomeado chanceler da universidade. Ele era um professor entusiasta e tinha uma influência carismática sobre os seus alunos. Combinava uma estreita fidelidade ao Livro de Concórdia com sua índole pacífica. Johann Valentin Andreae e Johannes Kepler foram alunos e mantiveram correspondêcnia com Hafenreffer.

George MacDonald (Publicado: 01 de Dezembro de 2016, Quinta Feira, 20h19)
George MacDonald (Huntly, 10 de dezembro de 1824 — Ashtead, 18 de setembro de 1905) foi escritor, poeta e ministro cristão escocês. Embora esquecido pelos leitores atuais, suas obras (especialmente seus contos-de-fadas e romances de fantasia) foram uma inspiração para muitos autores notáveis, como C. S. Lewis, W. H. Auden, J. R. R. Tolkien, Madeleine L'Engle, G. K. Chesterton e Mark Twain.

John Owen (Publicado: 01 de Dezembro de 2016, Quinta Feira, 01h38)
John Owen (Stadhampton, 1616 - Ealing, 24 de Agosto de 1683) é, por consenso, o mais bem conceituado teólogo puritano, e muitos o classificariam, ao lado de João Calvino e de Jonathan Edwards, como um dos três maiores teólogos reformados de todos os tempos. Nascido em 1616, entrou para o Queen's College, em Oxford, aos 12 anos de idade obtendo o grau de Bacharel em Letras em 1632 e mestrado, também em Letras em 1635 aos 19 anos de idade. Em 1637 tornou-se pastor.

William Wilberforce (Publicado: 03 de Agosto de 2016, Quarta Feira, 18h49)
No século 18, a Inglaterra detinha o monopólio do comércio de escravos negros. Os meios de transporte eram os mais cruéis imagináveis. Boa parte da população inglesa tirava proveito desse comércio, e o povo, de maneira geral, aceitava a escravidão. Havia aqueles que enriqueciam e, por isso, defendiam com veemência o escravagismo. Mas Deus graciosamente ergueu uma geração de políticos cristãos para lutar contra o que William Carey chamou de "maldito comércio de escravos".

Stephen Charnock (Publicado: 11 de Julho de 2016, Segunda Feira, 02h31)
Stephen Charnock, (1628 - 1680), Inglês teólogo e pregador puritano, nasceu na freguesia de St. Katharine Cree, em Londres. Seu pai, o Sr. Richard Charnock, era um advogado no Tribunal de Chancery, e era descendente de uma família antiga em Lancashire.


Karl Barth (Publicado: 25 de Abril de 2016, Segunda Feira, 13:20)
Karl Barth (Basileia, 10 de maio de 1886 — 10 de dezembro de 1968) foi um teólogo cristão-protestante, pastor da Igreja Reformada e um dos líderes da teologia dialética e da neo-ortodoxia protestante. Barth foi uns dos mais destacados teólogos protestantes, ele celebrizou-se como criador da teologia dialética do século XX, que ressalta o sentido existencial do cristianismo e o reintegra em sua base bíblica, de doutrina da revelação e da fé. Fez estudos universitários em Berna, Berlim e Tübingen, terminando-os em Marburg. Foi editor assistente do jornal Die Christliche Well, pároco da Igreja Reformada Alemã em Genebra e pastor em Safenwil, ainda na Suíça. Lecionou teologia nas universidades alemãs de Göttingen, de Munique e de Bona. Demitido dessa ultima em 1935 pelo governo nazista, teve seus diplomas de teologias anulados por Hitler devido a sua oposição, conforme declaração teológica do Sínodo de Barmen, à nazificação da Igreja Reformulada.


Hugo Grócio (Publicado: 18 de Março de 2016, Sexta Feira, 16h32)
Hugo Grócio, Hugo Grotius, Huig de Groot ou Hugo de Groot; (Delft, 10 de abril de 1583 — Rostock, 28 de outubro de 1645) foi um jurista a serviço da República dos Países Baixos. É considerado o fundador, junto com Francisco de Vitória e Alberico Gentili do Direito internacional, baseando-se no Direito natural. Foi também filósofo, dramaturgo, poeta e um grande nome da apologética cristã. Era filho de Jan de Groot, curador da Universidade de Leida. Sua obra mais conhecida é De iure belli ac pacis (Das leis de guerra e paz, 1625), no qual aparece o conceito de guerra justa e do direito natural.


Jean-Henri Merle d'Aubigné (Publicado: 18 de Março de 2016, Sexta Feira, 15h50)
Jean-Henri Merle d'Aubigné (Les Eaux Vives, perto de Genebra, 16 de agosto de 1794 - Genebra, 21 de outubro de 1872) foi um ministro protestante suíço e um historiador da Reforma.

Os antepassados ​​de seu pai Robert Merle d'Aubigné (1755-1799) foram franceses protestantes (refugiados). Jean-Henri estava destinado por seus pais a uma vida comercial, mas na faculdade ele decidiu ser ordenado. Ele foi profundamente influenciado por Robert Haldane, o missionário e pregador escocês que visitou Genebra e se tornou num dos líderes em Le Réveil.


Dietrich Bonhoeffer (Publicado: 27 de Janeiro de 2016, Quarta Feira, 19:57)
Dietrich Bonhoeffer nasceu em 1906 na cidade de Wroclaw, também conhecida como Breslau, na Baixa Silésia que foi dominada no período medieval pela Polônia, Boêmia, Áustria, Prússia e Alemanha. Depois de 1945, a região foi dividida entre a Polônia e a Alemanha. Na Segunda Guerra Mundial (1939-1945), inicialmente, a cidade foi preservada dos bombardeios anglo-americanos, mas com o avanço das tropas russas no inverno de 1945, a cidade foi cenário do enfrentamento dos exércitos que provocou baixas no exército soviético e muitas vítimas civis na cidade de Breslau que foi completamente destruída.


Gordon Haddon Clark (Publicado: 02 de Janeiro de 2016, Sábado, 15:22)
No início da manhã de 9 de Abril, Gordon Clark entrou no Paraíso. Sua partida deste mundo foi quieta — ele morreu em casa, em seu sono, após uma enfermidade e hospitalização por diversas semanas. Não houve nenhum funeral elaborado; nada teria sido mais característico para esse despretensioso professor. Seu corpo foi enterrado perto de Westcliffe, Colorado, na montanha Sangre de Cristo, das Montanhas Rochosas. Um lugar mais apropriado seria difícil de imaginar, pois foi no sangue de Cristo que Clark confiou para a sua salvação.


Corrie Ten Boom (Publicado: 22 de Março de 2015, Domingo, 23:45)
Cornelia Johanna Arnolda ten Boom, conhecida como Corrie ten Boom (Amsterdam, 15 de abril de 1892 — Placentia, 15 de abril de 1983) foi uma escritora e resistente holandesa que ajudou a salvar a vida de muitos judeus ao escondê-los dos nazistas durante a II Guerra Mundial. Ten Boom registrou sua autobiografia no livro O Refúgio Secreto, que posteriormente foi adaptado para o cinema em um filme com o mesmo nome. Em dezembro de 1967, Ten Boom foi honrada com a inclusão de seu nome nos "Justos entre as Nações" pelo Estado de Israel.


William Booth (Publicado: 22 de Março de 2015, Domingo, 23:44)
Nascido em Nottingham, Inglaterra, em 10 de abril de 1829, William era filho de pais humildes. Tinha 3 irmãs e no seu lar nunca se falou de religião. Eram reservados e os vizinhos os olhavam como pessoas misteriosas. William tinha um primo sapateiro, metodista, cuja vida cristã era atraente. Com ele começou a aceitar alguns deveres religiosos.


Isaac Watts (Publicado: 10 de Agosto de 2014, Domingo, 17:13)
Nasceu no dia 17 de Julho de 1674 em Southampton, Inglaterra e morreu no dia 25 de Novembro de 1748 em Stoke Newington, Inglaterra. Está enterrado no cemitério Bunhill Fields em Londres, Inglaterra. Próximo do seu túmulo também se encontram os restos mortais de John Bunyan, Joseph Hart, John Rippon e William Shrubsole.


John Newton (Publicado: 19 de Julho de 2014, Sábado, 11:44)
Por volta de 1750, John Newton era o comandante de um navio negreiro inglês. Os navios faziam o primeiro pé de sua viagem da Inglaterra quase vazios até que aportassem na costa africana. Lá os chefes tribais entregavam aos Europeus as "cargas" compostas de homens e mulheres, capturados nas invasões e nas guerras entre tribos. Os compradores selecionavam os espécimes mais finos, e comprava-os em troca de armas, munições, licor, e tecidos. Os cativos seriam trazidos então a bordo e preparados para o "transporte". Eram acorrentados nas plataformas para impedir suicídios.

Eta Linnemann (Publicado: 14 de Junho de 2014, Sábado, 18:50)
Nascida e criada no seio da Igreja Luterana da Alemanha, durante a infância frequentava uma pequena comunidade, precariamente atendida por jovens pastores iniciantes, e na adolescência teve aulas de confirmação com um ministro o qual, segundo a própria ETA, "não era nascido de novo". Ao final da Segunda Guerra Mundial, profundamente insatisfeita com a frieza na igreja da qual era membro, a jovem alemã teve seu primeiro contato com um pastor verdadeiramente crente, que lhe falou sobre conversão. Com isso, matriculou-se na Universidade de Marburg, onde vivenciou experiências que afetariam radicalmente a sua vida.

John Gill (Publicado: 18 de Maio de 2014, Domingo, 17:23)
John Gill (Kettering, Northamptonshire, 23 de novembro de 1697 - 14 Outubro 1771) foi o autor de uma análise da Bíblia, An Exposition of the Old and New Testament.

Seu pai era diácono da igreja batista de Kettering. Desde cedo ele foi colocado na escola, mas sofreu com o preconceito dos clérigos que dirigiam o local. Ele tentou entrar para um seminário, mas foi rejeitado por ser muito jovem. Ele continuou os estudos por conta própria, e, aos dezenove anos de idade, já havia lido todos os principais clássicos em grego e latim, e havia estudado lógica, retórica, filosofia natural e filosofia moral, além de ter conhecimento da língua hebraica.

Robert Murray M'Cheyne (Publicado: 18 de Maio de 2014, Domingo, 17:23)
Robert Murray M'Cheyne foi um exemplo vivo desta verdade muitas vezes negligenciada. Em 23 anos de idade ele foi ordenado e empossado na igreja de St. Peters em Dundee. Aos trinta anos ele terminou seu curso, morrendo na primavera de 1843.

Como João Batista e o próprio Salvador, M'Cheyne introduziu no reino de Cristo em apenas poucos anos. Foi durante seu breve ministério público que a Escócia experimentou um de seus maiores avivamentos. De 1839-1842 muito da Escócia foi virado de cabeça para baixo através do trabalho cheio do Espírito de WC Burns e Robert Murray M'Cheyne.

Johann Arndt (Publicado: 03 de Maio de 2014, Sábado, 03:24)
Arndt nasceu em Edderitz, perto de Ballenstedt, em Anhalt-Köthen, e estudou em várias universidades. Frequentou a Universidade de Helmstedt em 1576 e a de Wittenberg em 1577. Em Wittenberg a controvérsia crypto-calvinista estava no seu auge, e ele tomou o partido de Philipp Melanchthon e dos crypto-calvinistas. Continuou seus estudos em Estrasburgo, sob a orientação do professor de hebreu, Johannes Pappus (1549-1610), um luterano fervoroso, que dedicou sua vida à repressão violenta da pregação e adoração calvinista daquele tempo, e que exerceu grande influência sobre ele.

Watchman Nee (Publicado: 03 de Maio de 2014, Sábado, 02:09)
Nee converteu-se ao cristianismo aos 17 anos de idade quando era aluno da Faculdade Trinity em Fu Tchow, preferindo ser evangelista a ter carreira universitária. Após a sua conversão mudou seu nome de Nee Shu-tsu para Nee To-sheng, pois havia um costume local de que sempre que acontecia um evento que mudasse uma pessoa, esta pessoa mudava de nome, no caso de Nee, foi sua conversão ao Cristianismo. Depois adotou um novo nome em inglês "Watchman" (Sentinela) e um novo nome chinês "To-sheng", o qual significa "alarme de sentinela", porque ele se considerava como uma sentinela levantada para soar um alarme na noite escura.

Smith Wigglesworth (Publicado: 03 de Maio de 2014, Sábado, 01:43)
Smith Wigglesworth (Menston, 8 de junho de 1859 — Wakefield, 12 de março de 1947) foi uma importante figura religiosa britânica, do fim do Século XIX, importante para a história do início do pentecostalismo.

Smith Wigglesworth (1859-1947), um inglês, nasceu em uma família pobre. Sua esposa, Polly, o ensinou a ler depois de casados em 1882, e ele nunca leu outro livro senão a Bíblia. Assim como no caso de outras pessoas que experimentaram milagres de cura, uma cura pessoal (peritonites) voltou a sua atenção à cura divina. Até que recebeu o batismo com o Espírito Santo, em 1907, ele tinha um negócio secular e ajudava sua esposa em uma missão. Ela era uma pregadora, e estava constantemente dando testemunho a outras pessoas, ganhando almas para o reino.

Christopher Love (Publicado: 03 de Maio de 2014, Sábado, 00:35)
A era dos puritanos é repleta de diversas pessoas brilhantes que sofreram muito ou realizaram muito por causa de Cristo. Entre os chamados de gigantes puritanos, alguém sem dúvida encontrará nomes tais como: Jeremiah Burroughs, Richard Baxter, John Flavel, Richard Sibbes, Thomas Watson, Thomas Vincent e William Ames. Todavia, há um nome que freqüentemente está ausente dessa lista ou é pouco citado: Christopher Love.

Tiraram-lhe a vida quando ele tinha 33 anos e, talvez, essa seja uma razão de conhecermos pouco dele. A despeito de sua curta vida, as obras que escreveu sobrepassam a quantidade escrita por muitos outros teólogos puritanos cujos nomes são familiares para a maioria de nós. Pode ser o caso de que sua vida não tenha sido tão significativa na história como o foi sua morte.

José Manoel da Conceição (Publicado: 20 de Abril de 2014, Domingo, 00:33)
No dia 17 de dezembro de 1865 era ordenado, pelo recém-instalado Presbitério do Rio de Janeiro, o primeiro pastor presbiteriano brasileiro, o paulista filho de portugueses José Manoel da Conceição. Conhecido como o padre protestante, ele não foi apenas o primeiro pastor presbiteriano brasileiro, mas o primeiro pastor brasileiro.

John Cotton (Publicado: 20 de Abril de 2014, Domingo, 00:11)
John Cotton (1585 - 1652) foi um clérigo Inglês e um dos principais entre os ministros puritanos da Nova Inglaterra, que também incluiu Thomas Hooker, (seu genro), Davenport John e Thomas Shepard e John Norton, que escreveu sua primeira biografia.

Richard Sibbes (Publicado: 27 de Março de 2014, Quinta Feira, 15:25)
Richard Sibbes (ou Sibbs) (1577-1635) foi um teólogo Inglês conhecido como um exegeta bíblico, e como um representante, com William Perkins e John Preston, de que tem sido chamado "main-line" do puritanismo.

A. W. Tozer (Publicado: 27 de Março de 2014, Quinta Feira, 14:10)
Aiden Wilson Tozer nasceu em 21 de abril de 1897 em La Jose na Pensilvania, EUA, e foi para o Senhor em 12 de maio de 1963 aos 66 anos de idade. Foi um pastor na Aliança Cristã e Missionária de 1919 a 1963 e editor da publicação Alliance weekly (Aliança semanal) agora conhecido como Alliance life (Vida de Aliança) de 1950 a 1963. Durante sua vida, Tozer escreveu muitos livros e artigos, esses publicados enquanto esteve vivo. Não freqüentou seminário, mas adquiriu grande conhecimento bíblico. Suas pregações causavam forte impacto nas pessoas. Os mais de 40 livros escritos lhe renderam dois doutorados honorários.

David Livingstone (Publicado: 27 de Março de 2014, Quinta Feira, 12:49)
David Livingstone (Blantyre, Reino Unido, 19 de março de 1813 — Aldeia do Chefe Chitambo, Rodésia do Nordeste, 1 de maio de 1873) foi um missionário e explorador britânico que se tornou famoso por ter sido um dos primeiros europeus a terem explorado o interior da África. Ao longo de sua vida, David Livingstone empreendeu diversas expedições missionárias pelo interior do continente africano, sendo que em muitas delas, Livingstone foi o primeiro homem branco a ter visitado determinadas regiões da África.

John Smyth (Publicado: 16 de Março de 2014, Domingo, 00:01)
John Smyth (1570 - 28 de agosto de 1612) foi um dos primeiros batistas, ministro da Igreja Anglicana e defensor do princípio da liberdade religiosa. Alguns historiadores o consideram como um dos fundadores da Igreja Batista.

Charles Fox Parham (Publicado: 15 de Março de 2014, Sábado, 22:03)
Charles Fox Parham (4 de junho de 1873 — 29 de janeiro de 1929) foi um pregador estadunidense, sendo considerado um instrumento fundamental na formação do pentecostalismo. Parham também criou um movimento chamado de Apostolic Faith (Fé Apostólica), constituído por igrejas independentes (inicialmente chamadas "missões") que cresceram no sul e no oeste dos Estados Unidos, onde ele realizava as suas reuniões. Embora a imprensa fora inicialmente favorável em algumas das áreas onde Parham ministrava, algumas das maiores igrejas de linha principal, e a hierarquia eclesiástica da cidade de Sião, não foram favoráveis ao seu ministério e fizeram de tudo para que os seus ensinamentos não prosseguissem. Como resultado, alguns relatórios da imprensa tornaram-se mais negativos a medida que o seu ministério se aproximava do seu ápice entre 1906 e 1907.

Charles Hodge (Publicado: 15 de Março de 2014, Sábado, 20:28)
Charles Hodge (nascido em 27 de dezembro de 1797, na Filadélfia, Pensilvânia, morreu 19 de junho de 1878, Princeton, Nova Jersey) foi professor, exegeta, escritor, pregador e pastor Presbiteriano norte-americano e um dos maiores expoentes e defensores do Calvinismo histórico nos Estados Unidos durante o século XIX. Ele define a teologia como uma apresentação dos fatos da bíblia, dando ênfase na ordem dos mesmos e em suas relações.

Cornelius Van Til (Publicado: 15 de Março de 2014, Sábado, 19:59)
Cornelius Van Til foi o sexto de oito filhos de Ite e Klazina Van Til. Em 1905, Kornelis Van Til (grafia holandesa de seu nome) imigrou para os Estados Unidos junto com seus pais e irmãos. Ele cresceu auxiliando na fazenda da família, em Highland, estado de Indiana. Estudou no Calvin Preparatory School, onde se preparou para o seminário, e entrou no Calvin Seminary.

Menno Simons (Publicado: 15 de Março de 2014, Sábado, 19:34)
Menno Simons (Witmarsum, 1496 — 23 ou 31 de Janeiro de 1561 em Wüstenfelde em Bad Oldesloe) foi um teólogo originário da Frísia ordenado padre católico em março de 1524 e é considerado um dos reformadores radicais ligado aos anabatistas. Simons era um padre católico holandês que se converteu ao Anabatismo em 1536. Sua influência sobre o grupo anabatista foi tão forte que o grupo anabatista no norte da Europa foi chamado de menonita.




& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008