Miguel Servet (1511-1553)
Miguel Servet (em latim: Michael Servetus) (Villanueva de Sigena, Espanha, 29 de Setembro de 1511 - Genebra, 27 de Outubro de 1553), foi um teólogo, médico e filósofo aragonês, humanista, interessando-se por assuntos como astronomia, meteorologia, geografia, jurisprudência, matemática, anatomia, estudos bíblicos e medicina. Servet foi o primeiro a descrever a circulação pulmonar. Ele participou da Reforma Protestante e, posteriormente, desenvolveu uma cristologia não-trinitariana.


Infância e Educação
Servet nasceu como Miguel Serveto Conesa (apelido da família "Revés") em Villanueva de Sigena, Huesca, Aragão, Espanha, em 1511, provavelmente em 29 de setembro, o dia da festa de São Miguel, embora não exista registro específico. Algumas fontes dão uma data anterior, com base na própria reivindicação ocasional de Servet de ter nascido em 1509. Seus ancestrais paternos vieram da aldeia de Serveto, nos Pirinéus Aragoneses, de onde proveio o sobrenome de sua família. A linha materna descende de judeus conversos da área de Monzón. Seu pai Antonio Serveto era um notário. Servet tinha dois irmãos: um que depois se tornou um notário, como seu pai, e outro que era um padre católico.

Servet estudou línguas como latim, grego e hebraico sob a instrução de frades dominicanos. Com quinze anos, Servet passou a ser ajudante de um frade franciscano chamado Juan de Quintana. Servet leu a Bíblia inteira em suas línguas originais a partir dos manuscritos disponíveis naquele momento. Servet mais tarde estudou direito na Universidade de Toulouse, em 1526.


Carreira
Em 1528, Servet percorreu a Alemanha e a Itália com Quintana, que era então confessor na comitiva imperial de Calos V. Em outubro de 1530 ele visitou Johannes Oekolampad em Basileia, permanecendo lá por cerca de dez meses. Nesta altura, ele já estava espalhando suas crenças. Em maio de 1531, ele conheceu os reformadores Martin Bucer e Capito Fabricius em Estrasburgo.

Em seguida, dois meses depois, em julho de 1531, Servet publicou De trinitatis erroribus ("Sobre os erros da trindade"). No ano seguinte ele publicou Dialogorum de Trinitate ( "Diálogos sobre a Trindade") e De Iustitia Regni Christi ("Na Justiça do Reino de Cristo"). Ele assumiu o pseudônimo de Michel de Villeneuve para evitar a perseguição por parte das autoridades eclesiásticas devido às suas obras religiosas. Estudou no Collège de Calvi em Paris em 1533. Após um tempo, Servet retornou a Paris para estudar medicina em 1536. Em Genebra foi preso pelos seguidores de João Calvino e condenado a morrer na fogueira por negar a Trindade e condenar o batismo infantil (27 de outubro de 1553).


Cronologia
1527 (com 16 anos), é enviado pelo pai para estudar direito em Toulouse, França.

1529 (18 anos), regressa a Espanha, onde estará ao serviço de Quintana, o confessor do Rei Carlos V. Faz parte do séquito real, que percorre a Itália e a Alemanha, onde assiste à Dieta de Augsburgo.

1530 (19 anos), separa-se da Corte dos Habsburgo e torna-se um reformador. Irá viver em Basileia, onde é hóspede de Johannes Oekolampad. Acabarão por se desentender e separar-se. Em causa está a noção da Trindade. Oekolampad recusa-se a pôr em questão a Trindade.

1531 (20 anos), vive em Estrasburgo, onde se relaciona com Martin Bucer e Wolfgang Fabricius Capito, com quem também terá divergências, acabando por cortar relações. É publicada a sua obra De Trinitatis erroribus, onde critica a doutrina da Trindade. Bucer critica abertamente o livro, que será proibido em Estrasburgo e em Basileia.

1536 (25 anos), vai estudar Medicina na Universidade de Paris. Publica Syroporum, criticando duramente os métodos terapêuticos correntes. Traduz do grego o livro De medica materia de Dioscórides. Foi então professor de Matemática (o que compreendia também Geografia, Astronomia).

1540 (29 anos), regressa a Lyon onde exerce Medicina e se torna editor.

1541 (30 anos), vai viver em Vienne, no Dauphiné, onde exerce Medicina por 12 anos, estudando temas teológicos nos tempos livres. Reedita a Geografia de Ptolomeu.

1551 (40 anos), é impresso o seu Cristianismi Restitutio.

1553 (42 anos), é condenado à morte na fogueira por heresia pelos protestantes em Genebra.


Fonte: Wikipédia



O que você tem a dizer sobre Miguel Servet?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008