ADQUIRA JÁ!
Livro do Colunista Hudson Lebourg
Uma Visão De Um "Tempo Coxo"...

Publicado neste site no dia:
25 de Junho de 2018, Segunda Feira, 12h41
Fonte Imagem: vendedorautonomo.com.br

Em ligação ao outro escrito que fiz "A oferta de um tempo coxo", ao qual reflita sobre o texto de Malaquias 1:7-8, escrevo esta visão ao qual relaciono com o mesmo veio se assunto é congruência aplicado anteriormente.

Estava eu, em um dia que tinha perguntado para Deus o que faltava em minha vida naquele momento, devido a um esfriamento espiritual; mas não sabia ou imaginava o que era.

Então, vi um rapaz que estava com um cordeiro. Só que este "cordeiro" estava cego, sem um dos olhos, com uma perna quebrada, já não tinha a outra perna, estava com vários machucados no lombo e nas costas, sem condições de uso para reprodução, para se consumir como alimento e muito menos para se ofertar ao Senhor. Na sua barriga estava escrito uma palavra, apenas uma palavra: "Tempo".

Imediatamente, perguntei ao Senhor:

Quem é esta pessoa? A caso poderia alguém oferecer isso ao Senhor?

E O Senhor não me respondeu nada.

Eu disse, posteriormente:

- Senhor! Alguém precisa avisar para ele. Avisar que não se deve oferecer isto a Ti. Isso seria como uma ofensa, pois não é algo que se dê a alguém. Parece inutilizável, isso aí!

Então, neste momento, O Senhor Deus me respondeu:

Você quer realmente que eu te diga quem é esta pessoa? Quer que eu te diga quem é?

- Sim! Claro! - eu respondi.

Então Ele, O Senhor, me disse:

- É você! Você está fazendo isto!

Numa pausa de um bom tempo de silêncio, ao qual descia um salivado na minha garganta, não consegui falar nada. Indaguei, por conseguinte:

- Eu? Como assim, Senhor? Como, eu?

- Você está o tendo tempo para todas as outras coisas: particulares, pessoais (faculdade, lazer, amigos), do trabalho, família; e o que sobre tu entregas para mim. O "coxo".

Fiquei sem resposta só que na mesma hora entendi o que estava ocorrendo com a minha vida. Qual o motivo daquele esfriamento que eu estava passando.

A Bíblia nos mostra os Dízimos com Abraão, que entregou os mesmos a Melquisedeque (Gn 14: 17 ao 24 - para entender melhor leia todo o Capítulo). Na Lei, em Malaquias 3:10. E no Novo Testamento, com a passagem do Escritor de Hebreus, no Capítulo 7, onde mostra Melquisedeque representando Jesus (sem descendência e sem ascendência de genealogia terrena).

Entretanto, os Dízimos não tratam somente de uma coisa específica apenas. Se referem a tudo ou "todos os Dízimos". Ou seja, isso engloba o tempo, também.

Em um dia de 24 horas, sendo cada hora de 60 minutos, temos 1440 minutos em um dia. Em outras palavras, 144 minutos ou 2 horas e 24 minutos seriam a quantidade de tempo a se dizimar em um dia ao Senhor. Só que, vamos ser sinceros: eu e você, muitas das vezes não oramos ou entregamos nem os 24 minutos desse "Dízimo de Tempo" ao Criador.

Nesse entendimento, assim como Deus falou comigo ele quer falar com você hoje. Não dizime ou oferte o que sobra ou "o resto". Dê o seu melhor a Ele, porque foi entregue O Melhor Cordeiro, Jesus; pela sua e pela minha vida! Dê algo precioso: "o tempo". Algo que não volta mais e que todos pediriam para que um dia voltasse: uns para consertar coisas que não queriam ter feito e outros, ainda, para fazer melhor do que um dia fizeram.

Tempo é algo precioso, algo que não volta e que uma vez gasto, nunca mais poderá voltar. O tempo que você está gastando aqui, nunca mais voltará igual. Portanto, faça valer a pena o seu tempo. A vida é muito curta para "perdermos tempo"... E se vamos dar algo a Deus, por que não dar o melhor? Por que não dar algo de qualidade ao Senhor, de algo valioso de que não volta, ao invés de um "tempo coxo" ou "manco"?

Pense nisso! Reflita nisso! Mude a partir de agora!


Deus te abençoe em Nome de Jesus!


Hudson Lebourg
Colunista

Links Relacionados
[Colunista Hudson Lebourg] A Oferta De Um "Tempo Coxo"!?
Olá amados do Senhor! Graça e Paz de Nosso Senhor Jesus sejam abundantemente multiplicadas no Nome Dele... Gostaria de fazer uma reflexão sobre um texto, sobre o qual Jesus tem falado ao meu coração. Quereria compartilhar com os irmãos, se assim for possível:

COMENTE!
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008