ADQUIRA JÁ!
Livro do Colunista Hudson Lebourg
Uma Visão Sobre o Tempo de Plantio

Publicado neste site no dia:
14 de Abril de 2018, Sábado, 16h22
Fonte Imagem: franciscanos.org.br

Eu estava a perguntar para o Senhor, o por quê de pregar e pregar, mas ninguém converter.

Para o novo convertido, aquela nova experiência de sentir o primeiro amor, de querer contar pra todo mundo o que aconteceu na sua vida, de querer pregar pra todo mundo (e se "bobear" até para o cachorro que passa na rua), não foi diferente comigo; eu passei por essa "vibe" (momento que se passa ou se está - tendo essa oportunidade de conhecer coisas novas).

De repente, ao amanhecer de um dia, era meados de 2008, tive uma visão:

Eu vi num rapaz que estava indo para um lugar onde havia uma terra extensa e onde havia uma grande oportunidade para se plantar. A terra era realmente boa, de aparência peculiar, única, estupendula.

Então, vi este rapaz levar todos os aparatos para que se pudesse plantar: adubo, regador, tesoura de jardinagem, esterco, uma pá e o principal – a semente.

Ele, chegando ao local onde viu que poderia ser um bom para se plantar, começou a cavar a terra, abrindo o buraco necessário para que pudesse realizar o plantio. Em seguida colocou a semente nele, voltou a terra para tapar o buraco, juntamente com adubos e estercos necessários, na medida certa e quantidade certa ele regou. E, logo depois, abaixando em direção ao local plantado, começou a gritar:

- "Nasce! Nasce agora! Eu já falei! Nasce!"

Vendo isto, eu perguntei ao Senhor:

- Senhor! Será que ele não sabe que não irá nascer agora? Que tem que esperar um pouquinho?... Ele acabou de plantar agora! Não tem como nascer imediatamente!

E O Senhor não me disse nada. Então, perguntei a Ele:

- Senhor: quer que eu peça para alguém para falar para ele que não precisa gritar para a semente nascer e que precisa esperar? Ou eu mesmo vale para ele?

Então O Senhor Deus me respondeu:

- Quer que eu fale quem é esta pessoa?

... "Claro"! – eu disse.

Então Ele me falou:

- É você! Você mesmo!

Então eu questionei:

- Como assim eu, Senhor?

- É você mesmo! Você está apavorado demais! Preocupado demais e nervoso quando as pessoas não aceitam...

... Então eu respondi:

- Obrigado pela tua repreensão!

... Muitas das vezes estamos querendo pregar, falar do Amor de Deus para as pessoas; mas elas não querem receber, no sentido de cumprir os mandamentos de Deus. Querem apenas as bênçãos, mas não querem a parte da obediência. E por diversas dessas vezes, nós ficamos aflitos ou ansiosos para que estejamos sendo correspondidos a mensagem pregada e que quem ouve mude de vida ou de situação de crença. É evidente que não estarmos falando de uma questão de proselitismo, ou seja, de forçar a uma pessoa a ser de uma religião; mas de transmitir a idéia do Jesus maravilhoso que recebemos em nossas vidas...

Entretanto, faz-se necessário esperar um tempo para que a semente plantada seja germinada. A cada semente tem um tempo determinado para a germinação. Por exemplo: o feijão é de uma semana, o milho de 110 a 180 dias, a amora de um ano, o café de dois anos, a lichia pode chegar de nove ou dez anos, a jabuticaba entre 10 e 15 anos; e por aí vai.

Dessa forma, entendendo o tempo de cada planta, não adianta gritar com a planta ou tentar de alguma forma acelerar o processo. Cada semente tem um determinado tempo para doar. Não adianta plantar sem paciência, pois há um período para que cada semente dê os frutos.

E se tirarmos antes da hora os frutos? Pode ser que venhamos a colher frutos verdes. Em outras palavras, frutos que ainda não estão prontos para o consumo.

No caso, poderíamos comparar esses frutos com o que as pessoas podem dar quando fazem, as suas obras, como neste texto, vejam: "Toda árvore; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo" (Mt 3:10). E frutos verdes são frutos apanhados antes da hora. Assim sendo, podemos estar querendo atitudes de pessoas que estão amadurecendo sua fé, ainda, e que não estão preparadas a dar os frutos que esperamos que elas dêem.

Entretanto, não cabe a nós prever o tempo e nem, muito menos, se a pessoa realmente vai dar frutos bons. Só O Senhor conhece: "Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons." (Mt 7:17-18; Lc 6:43-44). A nossa tarefa é semear, como diz: "Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas" (Ec 11:6).

Jesus ao curar um cego, antes de o mesmo ser curado, ele vê como árvores que andam...

Mc 8:22 E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse.

Mc 8:23 E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa.

Mc 8:24 E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam.

Mc 8:25 Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu cada homem claramente.

Mc 8:26 E mandou-o para sua casa, dizendo: Nem entres na aldeia, nem o digas a ninguém na aldeia.

(ACF – Almeida Corrigida e Fiel - Versículo por Versículo)

Então, a nossa missão é a de semear. Não importa o momento ou a ocasião. A tempo e fora de tempo. Algumas sementes vão vingar e outras não. E como Paulo cita em 1Co 3:6 "Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento"; muita das vezes será outros que vão regar e outros ainda que irão colher os frutos.

Porém, mesmo que você não colha os frutos eu quero te dizer com esta visão:

- Não se desespere! O processo do plantio e da colheita é um processo longo que tanto pode ser feito todo por você, como pode envolver várias pessoas. E de tudo pense o melhor: "O bom disso tudo não é você ou eu colhermos os frutos; mas os contemplar para à Glória Dele"!


Deus te abençoe Em Nome de Jesus e que você dê muitos frutos, para à Glória Dele!


Hudson Lebourg
Colunista

Links Relacionados
[Colunista Hudson Lebourg] Quem "Procura Deus" e Quem Deus Procura!?
Brancos "procuram a deus"; negros "procuram a deus"; mulatos "procuram a deus"; amarelos "procuram a deus"; pardos "procuram a deus"; índios "procuram a deus"; europeus "procuram a deus"; americanos "procuram a deus"; asiáticos "procuram a deus"; povos do "Novo Mundo"(Oceania e demais países) "procuram a deus"; ricos "procuram a deus"; pobres "procuram a deus"; pessoas de clásse média "procuram a deus"; pessoas de todas as profissões "procuram a deus"; todos "procuram a deus". Porém Deus só procura um grupo de pessoas: "os verdadeiros adoradores, que adoram o Pai em espírito e em verdade" (Jo 4:23).

COMENTE!
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008