Do Mundo do Rock para Ministro do Evangelho
Foi assim que começou...

Tudo começou na minha infância, era a melhor coisa que eu podia fazer, brincar, estudar, jogar bola enfim, fazer tudo que uma criança normal faz. Apesar de que CRESCI EM UMA FAMÍLIA NÃO EVANGÉLICA, não tive esse privilégio, onde muitos irmãos têm, e às vezes até desprezam, crescer em um lar orientados ao caminho do Senhor.

Logo aos meus 09 anos de idade comecei a dar problemas no colégio, aliás sempre meus pais davam de tudo para mim ter um belo futuro, estudei nas melhores escolas.

Comecei a freqüentar fliperamas e a matar aulas, logo comecei a arrumar confusão no colégio e me envolver em brigas, eu era uma pessoa que enfrentava os outros, mesmo que fosse maior que eu. Pegava pedras, paus e ia pra cima, sempre quando brigava ou levava advertência na escola, se minha mãe soubesse ela me dava uma surra, eu era uma criança nervosa, aí meus pais resolveram me colocar para praticar artes marciais e estava eu agora começando treinar Kung Fu. Ia bem e comecei a melhorar o meu comportamento dedicando o máximo para ser um dos alunos exemplares na academia, sempre mantendo a disciplina e o respeito ao mestre (professor), passou se alguns anos e já estava como instrutor agora e logo mais tarde sendo colocado como professor faixa preta, consegui chegar ao objetivo e eu já tinha 14 anos de idade, comecei a me dedicar cada vez mais e mais, cheguei a ser vice-campeão entre um torneio aberto de artes marciais, eu estava cada vez mais aprimorando as minhas técnicas. Comecei agora me interessar por uma música surgida entre poucos jovens que ouvia naquela época, o Rock. Estava chegando o hard rock e em seguida algo chamado Heavy Metal, comecei a me apaixonar por este estilo de música agressiva, comecei em 1979 ouvindo o KISS, logo depois fazendo a coleção dos discos do Black Sabbath, e me envolvendo cada vez mais, até me trajar igual ao Genne Simmons, baixista e vocalista do KISS e ir dublar suas músicas nos circos, em 1982 comecei a ouvir dois grupos vindo de fora que passava tudo em que já ouvia em rapidez e peso no Heavy Metal. Um amigo viajando ao exterior trouxe dois discos como novidade eram o grupo Scorpions e o Iron Maiden que agora poucos conheciam o Lp Blackout e The number of the Beast (o número da besta). Por isso pai, você deve ficar em alerta naquilo que teu filho está ouvindo, muitos dizem que não tem problema ouvir as outras músicas. Ás vezes o diabo está na sua casa e você não sabe, parti agora para a música maldita, em 1983 comecei em Campinas um movimento chamado roqueiros da feira em um local de uma praça em Campinas - Sp chamada feira Hippie, onde os ágoras metaleiros "headbangers" invadiam com seu visual em protesto a sociedade cada vez mais podre. Em 1983 comecei agora ir para outro lado também o lado místico satânico quando conheci um grupo de garagem sem sucesso hoje o famoso Metallica e Slayer, onde agora o som era mais pesado e cru, montei logo depois de ter muitas fitas oriundas da Alemanha e Canadá. Na época o Sepultura era como a gente e Max e Igor Cavalera era da minha idade e eles já conheciam nosso trabalho, onde em alguns lugares as vezes nós nos encontrávamos juntos e bagunçar. Além disso era o dia de gravar o primeiro tape ou seja era chamado demo tape uma fita com as músicas, não tínhamos bateria para gravar no outro dia e só faltava isso para entramos no estúdio para gravar.

Na noite antes de gravar eu ouvia uma voz que dizia vocês vão gravar eu dou a bateria, era ele sim aquele onde ele regia o coral celestial antes de querer ser igual a Deus, a estrela errante, o acusador dos santos, a antiga serpente, o destruidor, o maligno, o tentador, enganador, lúcifer, Satã, como chamávamos no Rock e nas letras das músicas. O príncipe das trevas, diabo, demônio era ele que disse, e no outro dia uma pessoa nos arrumou uma bateria nova para gravar e interessante não pagamos nada na gravação. O diabo dá, ele dá a fama e a glória deste mundo pena que muitos cantores evangélicos estão fazendo ele dar risada pois querem ser astros, atrações, artistas em vez de servos de Deus (Rm 1.26). Estamos vivendo em dias onde as atrações tem sido homens e mulheres onde querem roubar a glória devida ao Criador. A música tem se tornado corrompida e satisfaz mais o desejo carnal do que da alma. Que Deus tenha misericórdia disto. Mas naquele dia tudo vai estar desvendado e cada um receberá o seu ganho por aquilo que fez.

E cada vez mais eu ia me aprofundando na música maldita e chegava agora também ao ponto culminante das artes marciais era agora professor de Kick Boxing e Full Contact, logo quando essa modalidade surgiu era agora faixa preta 1º Dan chegando a treinar com campeões mundiais como Paulo Zorello, Álvaro Aguiar, Luiz Augusto Alvarenga que chegou enfrentar um Graice em um vale tudo. Agora na música e na luta cheguei onde poucos chegam em sua vida agora em 86 terminava com o Desintegrator e formava uma nova banda o Eternal Death (morte eterna). Agora mais satânico e mais técnico, as letras diziam sobre miséria, ódio, guerras nucleares, maldições desespero, angustia, o futuro sombrio ainda não desvendado pelo homem, trevas. Letras como Soldiers of Hell (soldados do inferno) ou March of Hate (marcha de ódio) seguindo estilos de bandas como Sepultura, Kreator, Slayer, Sodom, Destruction, Artillery, Bathory, Celtic Frost, Hellhamer Morbid Angel, Possessed, Slaughter, Death e Massacre. Formação agora era Luis Metayer, vocais, Rubinho guitarra, Paulinho guitarra, Duzão baixo e Dú Codorna bateria. Além disso, a banda ganhava respeito no underground do estilo agora Death Metal. E a banda durou até meados de 1989 e logo foi se acabando, mas tudo isso Deus já olhava para o céu e sabia que seus propósitos agora seria colocado em prática. Chegava batendo as coisas na madrugada em casa quebrando tudo. Bêbado gritando com meus pais. Mas por infelicidade do diabo, morava no fundo de casa uma irmã chamada Inezina e ela fazia parte do círculo de oração da Assembléia de Deus. Ela acordava e estendia suas mãos orando em minha direção dizendo: - Jesus faz uma obra neste jovem. Jesus salva e transforma em um pregador da palavra. Jesus ouviria mais tarde depois de 02 anos de oração e mais tarde eu seria um dos seus ministro para testificar que ele é e sempre vai ser o todo poderoso.

Para resumir, pois é um pouco longo meu testemunho, e quando as vezes ministro na igreja conto partes por partes, passou o tempo e eu lutava cada vez mais, deixando alunos meus como campeões brasileiros. Minha academia que havia cerca de quase 50 alunos todos preparados para campeonatos, saí um dia e no ponto de ônibus eu andava armado além de tudo isso era bom aquele que dizia, não mexo com ninguém, ninguém mexe comigo, com minha família com as minhas coisas. Estava em um ponto de ônibus quando dois ladrões vieram me assaltar eu tomei a arma de um e prendi ele, na segunda vez no mesmo mês fui novamente assaltado agora de novo devido a rapidez que tinha nas mãos e nas pernas. Minha última luta no ringue nocauteei meu adversário em 22 segundos do 2º round em um ginásio de esportes e fui campeão. Tirei a arma dele e ele apanhou demais. E depois dentro da viatura da polícia eu questionei e lhe perguntei por que fez isso ele disse que tinha sido o Exu, o Diabo que tinha mandado ele fazer aquilo comigo, eu naquela hora, ouvia as vezes as pessoas falar de Jesus para mim e eu achava fanatismo crente é tudo doido, bitolado, tudo quadrado, quadrado sim pois para chegar na Cidade tem que estar enquadrado pois os redondos vão rolar tudo pro inferno.

Aí eu sabia que o diabo queria tirar a minha vida. Os policiais disseram em um mês que os ladrões me assaltarem e eu não ter atirado, pois andava pra tudo quanto é lado de calibre 38. Um chegou a dizer tem alguma coisa ruim te perseguindo, minha vida ficou sem sentido depois de alguns dias perdi a vontade de viver e estava sem rumo, queria até fazer uma besteira. Um doido pregava a palavra no ponto de ônibus às 10 horas da noite e, naquele dia, eu ficava como que com imãs nos pés. Como falta pregadores com audácia e com sensibilidade do Espírito Santo. As palavras viam como flechas na minha alma (Hb 4.12) e quando me aproximei ele estava terminando seu sermão. Falava do rock também, eu aproximei de uma criança que estava no banco próximo a ele e disse, você o conhece? Ele disse: - É meu pai. Eu respondi - Fala que quero falar com ele. Quando de repente, ele veio tomado pelo poder de Deus e disse: - Não fale nada foi Deus que não deixou você ir embora. Pois os ônibus do terminal estavam no ponto mas eu ia e não ia algo me segurava.

Ele disse: - Deus tem um plano na sua vida. Fomos para um local isolado onde sentei em uma muretinha, lugar escuro e deserto ele leu o Sl 91 e disse que as cadeias do diabo estavam sendo quebradas em minha vida e eu aceitei a Jesus e fui embora. Passou dois dias, tinha que ir agora a igreja. Um irmão que tinha retornado a igreja recentemente, me convidou e eu fui com muitas lutas e empecilhos, sentei no último banco e fiquei lá. O pastor pregando parou a mensagem e disse: - O Espírito Santo diz que há uma pessoa aqui que vai ser assaltada e os ladrões vão matar ela com a sua própria arma. Meu coração ficou pulando, e ele dizendo na unção do Espírito diz ainda - é a 1ª vez que esta pessoa está aqui. – Eu, no meio de 400 que estava no culto, como ele sabia da minha vida? Aí Deus deu o xeque mate quando ele disse que Deus estava dizendo que a arma dessa pessoa estava com ela dentro da igreja e ela estava comigo mesmo dentro de uma bolsa. Ele fez um apelo dizendo que Jesus ia dar esse livramento. Eu fui chorando naquela hora todos os obreiros desceram da tribuna e oraram por mim. Eu chorava de temor e alegria de Deus ter se importado comigo. Passou 3 dias e Jesus me batizou com fogo e eu fiquei 3 horas cantando em mistérios na igreja. Um pastor olhou para mim e disse – Jovem, para Deus te dar esse grande livramento ele dever ter algo muito grande contigo.

Isso no Domingo, na segunda fui dar aula na academia eu treinava de 2 a 3 horas por dia boxe, Kick Boxing e Full Contact. Coloquei minha faixa preta e fui iniciar a aula, de repente minha vontade foi se acabando. Deus falou ao meu coração e os alunos estavam correndo no aquecimento. O Espírito Santo disse – Vê eles – E eu disse – Vejo – e ele disse – Eles correm para serem os melhores, correm para lutar e serem vencedores, pois hoje tua luta será pela minha palavra e não mais com armas carnais. Naquela hora coloquei todos meus alunos em formação e disse que era o meu último dia e foi até hoje...

Esse foi um pouco da minha vida, na igreja eu conto os detalhes. Deus tem sido fiel. Sou Ministro do evangelho da Assembléia de Deus Madureira de Campinas (sede) onde meu Pastor Samuel Cássio Ferreira tem me dado todo apoio ministerial, onde temos percorrido vários locais do Brasil exterior pregando a palavra de Deus, onde Deus tem feito proezas em vidas que são libertas pelo poder do Espírito Santo, trazendo um grande avivamento. Ministrando nas cruzadas, congressos e igrejas. E já realizando um trabalho dinâmico em rádios a mais de 11 anos, O Projeto Despertar das Nações. Onde temos já gravados vários CDS de mensagens, Dvds e vídeos, e alguns trabalhos escritos, como namoro, amor e casamento, mensagens de poder 150 esboços, 1ª parte e 2ª parte e Rock a música maldita.

Isso foi um pouco da minha vida. Se você deseja tomar uma decisão na sua vida, ou seja, entregar a sua vida ao Senhor Jesus, faça agora dizendo que ele é o Senhor total da sua vida, ore dizendo para ele te perdoar de todos os teus pecados e escrever seu nome no livro da vida. Diga isso crendo no coração e comece uma nova vida indo a uma Igreja evangélica mais próxima de sua casa.

Caso fizer essa decisão me envie um e-mail, pois quero a partir de agora orar por você.

Jesus pode transformar verdadeiramente a tua vida assim como Ele transformou a minha.

Aceite a Jesus em sua vida.



Fonte: www.pastordicara.com.br



Do mundo do Rock para Ministro do Evangelho. O que achou?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008