Irmãos de Jesus
Alexandre Furtado

Boa Tarde!

Que a Paz do Nosso Senhor Jesus esteja convosco!

Primeiramente gostaria de parabenizar o site pelas diversas materias e estudos interessantes que possui, meu nome é Alexandre sou catolico e gosto muito de pesquisar sobre as religiões, sobre o que dizem, o que fazem o que discordam ou até mesmo no que concordam, mas o mais importante pra mim é que estou sempre à procura da verdade.

Estive lendo na area perguntas e respostas sobre uma pergunta que fala sobre a eterna virgindade de Maria, em um certo momento da resposta me deixou em duvida e gostaria que voce me esclarecesse melhor, vou transcrever o texto para facilitar espero que voce me ajude.

"Os líderes católicos romanos, com todo nosso amor e respeito, implementaram uma tese tentando transferir os irmãos de Jesus para uma outra Maria fazendo um "malabarismo" com os nomes bíblicos. Foi uma combinação criativa e engenhosa com os textos que se encontram no Evangelho de S. Marcos 6.3, 3.18, 15.14, 16.1 e S. João 19.25. Diz que Maria, mãe de Tiago (o menor) e de José é irmã de Maria (a mãe do Senhor Jesus Cristo) e mulher de Cleofas, a quem confudem com Alfeu. Resumindo: esses "irmãos" (Tiago e José) de S. Marcos 6.3, segundo essa teoria, na verdade seriam primos do Senhor Jesus Cristo o que é um ledo engano." [Link Direto]

No inicio da pergunta do internauta ela pede que se leia a um comentario do Site Monfort que fala sobre o mesmo assunto e que dão explicaçoes sobre os irmaos de Jesus:

Temos 2 Apóstolos com o nome de Tiago: Tiago Maior, e Tiago Menor. Vamos ver se algum deles era filho de José com Maria.

S. Tiago Maior era irmão de S. João Evangelista, e ambos FILHOS DE ZEBEDEU: "Da mesma sorte havia deixado atônitos a tiago e a. JOÃO, filhos de zebedeu (Lucas V-IO).

S. Tiago Menor, que era irmão de Judas, era filho de ALFEU. Entre os Apóstolos, que são enumerados pôr S. Mateus, estão: Tiago FILHO DE ZEBEDEU, e Tiago filho de ALFEU (Mateus X-3). Que tem a ver Maria Santíssima com este Alfeu ou com este Zebedeu? Logo, este Tiago, IRMÃO DO SENHOR, não é seu filho.

Além disto, comparando-se os Evangelhos, se vê claramente que este Tiago (este José que encabeçam a lista são PRIMOS de Jesus), e o Tiago é o Apóstolo Tiago Menor. Enumerando as mulheres que estavam juntamente com Maria ao pé da cruz, Mateus, Marcos e João as identificam da seguinte maneira:

Mateus XXVII - 56
MARCOS XV - 40
João XIX - 25
Maria, mãe de Tiago e de José;
Maria, mãe de Tiago Menor e de José;
A irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cleofas
Maria Madalena;
Maria Madalena;
Maria Madalena;
A mãe dos filhos de Zebedeu;
Salomé;

Por aí se vê que a mesma Maria que é apresentada por São João como tia de Jesus (Irmã de sua mãe) é apresentada por São Mateus e S. Marcos como mãe de TIAGO MENOR E de José. E é claro que não se trata de Maria Salomé, que é a mãe dos filhos de Zebedeu e, portanto, é mãe de Tiago Maior.

Tiago Menor e José são, portanto, PRIMOS de Jesus e são os primeiros que. encabeçam aquela lista: TIAGO, JOSÉ, JUDAS E SIMÃO

E de fato o Apóstolo S. Judas Tadeu era irmão de S. Tiago Menor, pois ele diz no começo de sua Epístola: "Judas, servo de Jesus Cristo e IRMÃO de Tiago (vers. l.). Tanto o Evangelho de S. Lucas (VI-16) como os Atos dos Apóstolos (1-13) para diferenciarem Judas Tadeu de Judas Iscariotes, chamam a Judas Tadeu: Judas, irmão de Tiago.

Gostaria que voce me apontasse neste texto, aonde se encontra o erro ,se no proprio evangelho de João 19,25 ele diz que estavam junto com Maria (mãe de Jesus) na cruz, a IRMÃ de sua mãe, Maria, mulher de Cleofas e Maria Madalena.

1. Se essa Maria não é irmã de Maria então quem ela é?

2. Comparando com os outros Evangelhos de Mateus e Marcos não é esta a mesma Maria mãe de Tiago menor e de José?

3. Vai aqui uma curiosidade: por que no Evangelho de João ele nao mencionou sua propria mãe como uma das mulheres que estavam na cruz?

4. Gostaria de fazer uma outra pergunta sobre a palavra primogenito é o seguinte : quando um filho nasce este filho é o primogenito e se por acaso a sua mãe nao tivesse mais nem um outro filho este deixa de ser primogenito?

Espero que minhas dúvidas sejam esclarecidas e que eu continue sempre a minha busca pela verdade!


Obrigado e fique com Deus!



------------


Prezado Alexandre Furtado
Graça e Paz do Senhor Jesus Cristo
Bendito seja Deus, o Senhor de nossas vidas.
A Razão do nosso viver.

Querido de Deus,
fico feliz por ter gostado do site. Saiba que não somos nenhum "anti-católico". É apenas um trabalho voltado para o Protestantismo. Suas histórias, doutrinas e fé.

Confesso que chega a ser muito confuso esta parte de quem é irmão de quem. Quem é primo de quem, etc. Levei, se não me falhe a memória, dois dias inteiros pra terminar o artigo que o amado mencionou a respeito da Eterna Virgindade de Maria. Considero suas questões as mais complicadas que recebi até neste exato momento. Peço perdão caso não respondê-las por completo, ou melhor dizendo, tenho certeza que não vou conseguir responder por completo pois é um argumento interessante, inteligente e complicado. E precisa mais de uma cabeça pra analisar, pois meu medo de responder sozinho um argumento como esse é escapolir alguma frase equívoca minha e mudar todo sentido do texto.


Primeiramente, amado
Foi publicado um artigo em nosso site sobre: Urna de Tiago é Legítima. Este artigo mostra a descoberta da urna de Tiago, irmão do Senhor Jesus, e a confirmação de sua autenticidade. Esta confirmação poderá levar a Igreja Romana a reformular sua teoria a respeito dos irmãos de Cristo.

Os reformadores como John Huss, o próprio Martinho Lutero e João Calvino acreditavam na Eterna Virgindade de Maria. Se não me falhe a memória, foram as denominações surgidas depois do Calvinismo que baniram tal doutrina.

Sendo que Irineo, Euzébio, Tertuliano, Epifâneo, Hegesipo e Helvídio. Que também eram considerados os Pais da Igreja discordavam da Eterna Virgindade de Maria. Mais tarde vou dar uma pesquisada a respeito de cada um deles porque talvez sejam por causa deles que as denominações pós-calvinismo baniram a doutrina da Eterna Virgindade.

Outra pesquisa que tinha feito também, com respeito a Sagrada Família, era se José tinha alguma relação com os eunucos. Pois se Maria, Mãe do Senhor, manteve a sua virgindade depois do nascimento de Cristo. Então, como ficou José? Não estou brincando, mas também José não era de "ferro". Era? Enfim, não encontrei nenhum registro que conta a respeito de José seguindo preceitos dos eunucos.

Vejamos as questões, amado.

1. Se essa Maria não é irmã de Maria, então quem ela é?

2. Comparando com os outros Evangelhos de Mateus e Marcos não é esta a mesma Maria mãe de Tiago menor e de José?

3. Vai aqui uma curiosidade: por que no Evangelho de João ele nao mencionou sua propria mãe como uma das mulheres que estavam na cruz?

4. Gostaria de fazer uma outra pergunta sobre a palavra primogenito é o seguinte: quando um filho nasce este filho é o primogenito e se por acaso a sua mãe não tivesse mais nem um outro filho este deixa de ser primogenito?



A equipe do site Biblia Home Page, examinou o seguinte:
S. Judas 1.1: "Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, amados em Deus Pai, e guardados em Jesus Cristo:"

Judas era irmão de sangue de Tiago conforme sua confissão. Ambos eram filhos de José e de Maria e como tal, irmãos de Jesus. Estes irmãos de Jesus se converteram depois de sua morte e ressurreição, mas acompanharam o ministério de Jesus, veja:

S. Mateus 12.46,47: "Enquanto ele ainda falava às multidões, estavam do lado de fora sua mãe e seus irmãos, procurando falar-lhe. Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo."

Depois o Senhor Jesus os apresenta aos seus discípulos, veja:

S. Mateus 12.49: "E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos."

As pessoas que conheciam a família de Jesus, testificavam que ele tinha irmãos, e que dois deles se chamavam Tiago e Judas, por isso Judas inicia a sua carta dizendo que era irmão de Tiago, veja:

S. Mateus 13.55: "Não é este o filho do carpinteiro?, e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão, e Judas?"

Em muitas citações dos evangelhos é mencionada a palavra irmãos se referindo a irmãos de sangue e em outras a irmãos na fé. Jesus chama os seus discípulos de irmãos e diz também que seus irmãos são os que fazem a vontade de seu Pai. Mas, no texto a seguir é feita uma separação singular, onde o apóstolo João menciona explicitamente os discípulos e os irmãos de Jesus além de sua mãe, veja:

S. João 2.12: "Depois disso desceu a Cafarnaum, ele, sua mãe, seus irmãos, e seus discípulos; e ficaram ali não muitos dias."

Segundo o argumento da Igreja Romana, a Mãe de Jesus andava sempre com seus primos. Porém, nunca aparece estes primos com seus tios ou tias. É muito estranho e inconsistente afirmar que estes irmãos queriam dizer primos.

Vejamos mais:
Os irmãos de sangue de Jesus o aconselham, veja:

S. João 7.3: "Disseram-lhe, então, seus irmãos: Retira-te daqui e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes."

Estes mesmos irmãos não criam em Jesus, veja:

S. João 7.5: "Pois nem seus irmãos criam nele."

Após a morte e ressurreição de Jesus, seus irmãos se converteram e foram líderes cristãos do primeiro século como Judas e Tiago. No texto a seguir, Maria e os irmãos de Jesus, juntamente aos discípulos estão em oração, veja:

Atos 1.14: "Todos estes perseveravam unanimemente em oração, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele."

É muito estranho que os seus primos ficassem o tempo todo acompanhando o ministério de Jesus. Isto só pode ser atribuído a pessoas com laços de parentesco em primeiro grau. Que aí se insere relacionamento entre pais e filhos e entre irmãos, que faz com que estas relações sejam de amor fraternal, fazendo com que se mantenham unidos mesmo na adversidade. Então eles acompanhavam a mãe (Maria) que acompanhava o Filho (Jesus).

Além de registros a respeito das irmãs de Jesus:

S. Mateus 13.55,56: "Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão, e Judas? E não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto?"

Segundo os argumentos católicos, a Bíblia que Judas cita Tiago como seu irmão (S. Judas 1.1) e que Paulo diz que Tiago era irmão de Jesus (Gálatas 1.19).

A conclusão é que ambos são irmãos de Jesus. Contudo, os católicos tentam negar estas citações dizendo que Maria não é a mãe deles, o que a teologia evangélica discorda totalmente.

Cita S. Mateus 27.56: "...entre as quais se achavam Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu."

Cita S. Mateus 10.3: "Felipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu;"

Haviam quatro pessoas com o nome de Tiago no Novo Testamento, vejamos:

O primeiro: (apóstolo)
S. Mateus 4.21: "E, passando mais adiante, viu outros dois irmãos - Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, no barco com seu pai Zebedeu, consertando as redes; e os chamou."

O segundo: (apóstolo)
S. Mateus 10.3: "Felipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu;"

Um era filho de Zebedeu e o outro filho de Alfeu. Nenhum destes é o Tiago irmão de Judas e irmão de Jesus porque são filhos de outros pais.

Terceiro: (irmão de Jesus)
S. Mateus 13.55,56: "Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão, e Judas? E não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto?"

Neste texto está bem claro que Judas e Tiago são irmãos de Jesus, além de terem mais dois irmãos chamados de José e Simão, e irmãs que a Bíblia não mencione os seus nomes, nem quantas eram.

Quarto:
S. Marcos 15.40: "Também ali estavam algumas mulheres olhando de longe, entre elas Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago o Menor e de José, e Salomé;"

Esta Maria é mãe de Tiago, chamado de "o menor", de José e Salomé e só aparece no Novo Testamento nesta citação. Ela não é a mãe de Judas e do Tiago que Judas e Paulo citaram.

Neste ponto, os argumentos católicos defendem que esta Maria é a esposa de Alfeu, e mãe de Tiago "o menor", de José, Judas e Simão. Só que o texto afirma apenas que ela é a mãe de Tiago "o menor", de José e de Salomé. Não afirma nada do que defende. Nem em momento algum a Bíblia menciona "Maria de Alfeu”". Aí reside a grande tentativa de defender a teologia de que Judas e Tiago não eram irmãos de Jesus e por conseqüência Jesus não teria outros irmãos e Maria não teria tido outros filhos.


A respeito de Tiago, um estudo publicado no site do Presbítero Sandoval Juliano, cita alguns registros históricos:

Eusébio de Cesaréia, que viveu entre 265 e 339 d.C. e que foi considerado o Pai da História da Igreja Primitiva, faz referência a ele como "Tiago, o Justo, irmão de Jesus, o chefe da igreja cristã primitiva em Jerusalém".

Flávio Josefo em sua obra "Antiguidades Judaicas", narra que um certo Tiago tomou para si o encargo de dirigir a Igreja de Jerusalém após a partida de Pedro e que participou ativamente do primeiro Concílio da Igreja (confirmando Atos 15), que tratava da questão da circuncisão e da pregação do Evangelho para os gentios, evento este que teria ocorrido por volta de 54 d.C.. De fato, tal tradição é reconhecida e confirmada por Eusébio de Cesaréia, que narra ter sido este apóstolo o líder da comunidade cristã daquele local por cerca de dezoito anos. No seu Livro Vigésimo, capítulo 8, Flávio Josefo fala do evento da morte de Tiago com as seguintes palavras: "Anano, grão-sacrificador (Sumo-sacerdote)... aproveitou o tempo da morte de Festo, e Albino ainda não tinha chegado, para reunir um conselho, diante do qual fez comparecer Tiago, irmão de Jesus, chamado Cristo..."

Sendo assim, uma outra questão que pode ser levantada é que não há um caso na Bíblia, e principalmente no Novo Testamento, em que a palavra grega adelphós (irmão) é traduzida por primo ou parente. Apóstolo S. Paulo, por exemplo, sabia perfeitamente usar a palavra correta para primo (anepsiós) e parente (sungenes) em suas epístolas. Não havia motivo de confusão. "Saúda-vos Aristarco, meu companheiro de prisão, e Marcos, o sobrinho de Barnabé..." - Cl 4:10. - "Saudai a Herodião, meu parente" - Rm 16:11.


No site GotQuestions,
um segundo argumento da Igreja Romana é que os irmãos e irmãs de Jesus eram filhos de José de um casamento anterior, antes de casar-se com Maria. Uma teoria de que José era significantemente mais velho que Maria, foi casado anteriormente, teve vários filhos, e ficou viúvo antes de se casar com Maria, é inventada. O problema com essa teoria é que a Bíblia não dá nenhuma impressão de que José foi casado anteriormente, ou que teve filhos, antes de casar-se com Maria. Se José tinha pelo menos seis filhos antes de se casar com Maria, por que eles não são mencionados na sua viagem com Maria a Belém (Lucas 2:4-7), ou na sua viagem ao Egito (Mateus 2:13-15), ou na sua viagem de volta para Nazaré (Mateus 2:20-23)?

A Bíblia não nos dá nenhum motivo para acreditarmos que esses irmãos e irmãs não fossem verdadeiros filhos de José e Maria. Aqueles que se opõem à idéia de que Jesus tinha meio-irmãos e meio-irmãs fazem isso, não por sua leitura da Bíblia, mas por um conceito pré-concebido da virgindade perpétua de Maria, que é si mesmo uma crença completamente contrária ao que a Bíblia ensina: "Contudo, não a conheceu, ENQUANTO ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Jesus" (Mateus 1:25). Jesus tinha meio-irmãos e meio-irmãs, que eram filhos de José e Maria. Esse é o ensinamento claro e sem ambiguidade da Palavra de Deus.

A respeito da primogenitura do Senhor Jesus Cristo, voltando para o site do Presbítero Sandoval Juliano, outro fator que corrobora com a interpretação da primogenitura é o fato de S. Lucas ter usado a expressão grega prototokos, que significa "Primogênito", em relação ao nascimento de Cristo: "e teve a seu filho primogênito..." - Lc 2:7.

Se Lucas quisesse dizer que Jesus foi o único filho de Maria, teria usado, de modo inequívoco, a expressão monogenes (unigênito, em português) que significa "[filho] único gerado", como acontece no Ev. S. João 3.16. Mas não, ele usou, de modo consciente, o termo certo: "primogênito", indicando que Jesus foi apenas o "primeiro" filho de Maria, e não o "único". Se Jesus tivesse sido o único filho de Maria, os evangelistas mostrariam isso, de modo explícito, em seus escritos. Mas não é isso que constatamos no Novo Testamento.

Outra coisa que gostaria de ressaltar também, querido. É o seguinte:

Alguns estudiosos ensinam que o Senhor Jesus Cristo tinha duas naturezas quando Ele estava na terra.

O Senhor Jesus Cristo tinha uma natureza humana pois Ele tinha que nascer e crescer, sentia sede, sentia fome, sentia frio, sentia calor. Provavelmente sofria de calos devido as suas longas caminhadas e, também, precisava fazer suas necessidades. Como urinar, por exemplo.

E, ao mesmo tempo, o Senhor Jesus Cristo tinha uma natureza divina, pois nEle não havia pecado. Era Santo, puro, imaculado, fiél, verdadeiro. Sempre existiu antes mesmo da criação do universo até os dias atuais e para todo o sempre. O Filho do Deus vivo, como o Apóstolo S. Pedro diz.

E, por fim, subindo Ele aos céus tomou para sí apenas a natureza divina e não mais humana.

Então, para os estudiosos que classificam essas duas naturezas do Senhor Jesus Cristo,
O Senhor Jesus Cristo na natureza humana era o Filho primogênito como consta no Ev. S. Mateus 1.25; S. Lucas 2.7;
O Senhor Jesus Cristo na natureza divina é o Filho Unigênito como consta no Ev. S. João 1.14, 3.16;

Então, para nós, protestantes,
a doutrina da Eterna Virgindade de Maria não tem um fundamento bíblico. Tudo começou oficialmente no Concílio de Latrão, no ano de 649 quando decretaram que Maria não teve filhos além de Jesus. Tal doutrina foi criada para enriquecer e fortalecer a tradição da Igreja de Roma.


Com questões complicadas, o texto fica prolongado.
Agradeço gentilmente pela sua paciência, amado.


Que Deus te abençoe e te guarde!


Seja bendito o Nome do Senhor desde agora e para sempre, amém.
Marcell de Oliveira
Webmaster Protestante Online




O que você achou do artigo?
Nome:

E-Mail:

Comentário:



MENSAGEM #01
Mensagem Recebida: 04 de Junho de 2016, Sábado, 18h41
Publicada no Site: 05 de Junho de 2016, Domingo, 00h10
Nome: ERLEI JOSE CORREIA
Mensagem: BOA NOITE SOU CRISTÃO E JÁ TINHA UMA OPINIÃO FORMADA SOBRE QUE JESUS TEVE OUTROS IRMÃOS, MAS ACHEI ÓTIMA SUA EXPLICAÇÃO, FIQUE COM DEUS.



& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008