Pietismo: Um Desafio à Piedade e à Teologia
(Publicado: 19 de Junho de 2016, Domingo, 14h14)
Sempre existiram diferentes formas de pietismo no seio da igreja, como manifestações de uma "posição dialética face ao intelectualismo e ao clericalismo". Essas manifestações podem ser mais ou menos isoladas e individuais, tendo como válvula de escape uma religiosidade fortemente mística (Meister Eckhart, Johannes Tauler, Thomas à Kempis, Kaspar Schwenckfeld), ou manifestar-se através de movimentos até certo ponto amorfos, mas que têm em comum o elã vital de buscar a pureza e um contato mais direto com Deus, sem intermediações (cátaros ou albigenses). Contra estes a igreja romana lutou arduamente, criando inclusive a Inquisição, que estreou no cenário histórico em 1022, com as primeiras execuções em Orléans e Toulouse dos "hereges" albigenses, que haviam se tornado numerosos no sul da França e no norte da Itália. A cruzada contra os albigenses, quando concluída, cerca de 50 anos depois, teria eliminado um milhão de pessoas. A supressão dos albigenses provavelmente foi a maior "vitória" da Inquisição nesse período.

* Arquivo em PDF contendo 20 páginas. Aproximadamente 200kb.

* Retirado do site Portal Mackenzie;

Karl Barth: Uma Introdução à Sua Carreira e aos Principais Temas de Sua Teologia
(Publicado: 25 de Abril de 2016, Segunda Feira, 13h26)
Este artigo tem como alvo oferecer uma introdução à vida e ao pensamento do teólogo suíço Karl Barth. Sem dúvida Barth é um dos maiores representantes da teologia protestante contemporânea. Todavia, este fato não oferece qualquer garantia de que tenhamos uma interpretação final do conteúdo ou das implicações de seu ensino. O autor desse artigo fornece uma visão panorâmica da peregrinação teológica de Barth, bem como de alguns dos principais tópicos de sua teologia, tais como, a triunidade de Deus, a Palavra de Deus, a cristologia, a reconciliação e a predestinação. Esse estudo baseou-se em uma das principais obras de Barth, Die Kirchliche Dogmatik (Dogmática Eclesiástica). O autor ainda apresenta uma avaliação do pensamento de Barth à luz dos principais pontos da teologia reformada, conforme eles aparecem em suas clássicas confissões de fé

* Arquivo em PDF contendo 34 páginas. Aproximadamente 211kb.

* Retirado do site Portal Mackenzie;

Os Batistas Nacionais (Síntese Histórica)
(Publicado: 11 de Janeiro de 2016, Segunda Feira, 14h49)
Renovação Espiritual no Brasil foi a repetição do "fenômeno avivamento", que não surgiu nem surgem num "estalar de dedos". Houve semeaduras em momentos diversos, aqui e ali, por pessoas, por pessoas movidas pelo Espírito Santo. E, como na Parábola do Semeador, parte da semente caiu na "boa terra". Terra que estava ressequida, carente de chuvas. Pelas quais o povo orava.

* História da Convenção Nacional como complemento ao artigo A Renovação da Igreja Batista.

* Arquivo em PDF contendo 21 páginas. Aproximadamente 147kb.

* Retirado do site cbn.org.br;

Uma Introdção a Max Weber e a "Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo"
(Publicado: 02 de Janeiro de 2016, Sábado, 15h44)
"A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo" (Die protestantische Ethik und der Geist des Kapitalismus) de Max Weber foi escolhido como o mais importante escrito teórico publicado no século XX, por dez intelectuais convidados pelo jornal Folha de São Paulo, para elaborar a lista dos cem melhores livros de não-ficção ou ensaios do século (uma outra obra de Weber, "Economia e Sociedade", ocupa a terceira colocação).

Por Franklin Ferreira,
Ministro da Convenção Batista Brasileira, doutorando em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, onde leciona Teologia Sistemática.

* Arquivo em PDF contendo 14 páginas. Aproximadamente 171kb.

Comentários de João Calvino sobre a Epístola de S. Judas
(Publicado: 05 de Abril de 2015, Domingo, 18h04)
Comentários sobre a Epístola de S. Judas por João Calvino.

* Arquivo em PDF contendo 19 páginas. Aproximadamente 145kb.

Comentários de João Calvino sobre o Livro de Daniel
(Publicado: 05 de Abril de 2015, Domingo, 17h52)
Calvino iniciou suas preleções sobre o livro de Daniel no dia 12 de junho de 1559 e as completou em meados de abril de 1560. Em sua dedicatória, no dia 14 de setembro de 1561, "a todos os sinceros adoradores de Deus que almejam o reino de Cristo justamente estabelecido na França", ele comparou a situação de Daniel e seus companheiros àquela dos santos perseguidos na França.

Não sabemos se Calvino escolheu Daniel tendo em vista a luta dos santos perseguidos, mas permanece o fato de que, através da publicação de seus estudos, ele enxergou uma oportunidade providencial, oportunidade essa que lhe permitiria ilustrar ao povo francês como Deus prova a fé de seu povo através de várias dificuldades.

* Livro de Daniel, Vol. 1, João Calvino; (Em PDF, aprox. 6MB)
* Livro de Daniel, Vol. 2, João Calvino; (Em PDF, aprox. 6MB)

Lutero - Defensor dos Judeus ou Anti-Semita?
(Publicado: 17 de Fevereiro de 2015, Terça Feira, 22h16)
Exercícios a partir de textos de Lutero. De Walter Altmann da Escola Superior de Teologia em São Leopoldo - RS;

* Arquivo em PDF contendo 9 páginas. Aproximadamente 315kb.

A Origem da Bíblia (Philip Wesley Comfort, CPAD)
(Publicado: 10 de Fevereiro de 2015, Terça Feira, 20h21)
A BÍBLIA. Não há outra obra literária sobre a qual se tenham escrito tantos livros - então, por que mais um? Embora haja muitos livros que ajudam os leitores a compreenderem o conteúdo da Bíblia, poucos explicam suas origens. Este volume fornece uma visão geral de como a Bíblia foi inspirada, canonizada, lida como literatura sacra, copiada em antigos manuscritos hebraicos e gregos e traduzida para os idiomas do mundo inteiro.

* Arquivo em PDF contendo 430 páginas. Aproximadamente 8Mb.

História Eclesiástica (Eusébio de Cesaréia, Novo Século)
(Publicado: 10 de Fevereiro de 2015, Terça Feira, 20h39)
Eusébio, bispo de Cesaréia, nasceu em cerca de 270, faleceu no ano 339/340. A data de seu
nascimento só pode ser inferida de sua obra, pois ele narra a perseguição dos cristãos sob Valeriano (258-260) como sendo algo do passado, e os eventos seguintes como sendo contemporâneos seus. Não se sabe onde nasceu, mas passou a maior e mais importante parte de sua vida em Cesaréia, na época a maior cidade romana da Palestina. Era de família desconhecida mas certamente cristã, como indica seu nome. Eusébio nada fala de si mesmo em sua extensa obra. Foi bispo de Cesaréia de 313 ou 315 em diante. Em 303 começa a última e maior perseguição aos cristãos, durando até 311. Não se sabe em que circunstâncias Eusébio atravessou essa tormenta. Assistiu pessoalmente a martírios em Tiro e na Tebaida (Egito), ele próprio foi preso mas não executado, tendo sido posteriormente acusado de apostasia. Sua formação teológica foi baseada no estudo da obra de Orígenes. Durante os debates contra o arianismo. Eusébio foi um dos principais defensores de uma posição mediadora, que procurava manter unificada a indefinição dogmática dos primeiros pais da Igreja. Para a dogmática posterior ele é suspeito de ser semi-ariano, o que pode ter sido a causa do rápido desaparecimento de muitos de seus escritos. Sua obra se constitui de livros históricos, apologéticos, de exegese bíblica e doutrinários. Escreveu mais de 120 volumes, a maioria dos quais perdidos, alguns são conhecidos apenas por traduções. Dos originais restam nada mais do que fragmentos. Tratou de todos os temas e personalidades ligados à Igreja, citando extensamente e comentando cerca de 250 obras de muitos autores que de outra maneira estariam perdidos, sendo conhecidos apenas através de Eusébio.

* Arquivo em PDF contendo 223 páginas. Apoximadamente 2Mb.

Luteranismo Brasileiro - Origens, Condicionantes e Perspectivas da Igreja Luterana no Brasil
(Publicado: 10 de Fevereiro de 2015, Terça Feira, 20h49)
Luteranismo Brasileiro é fruto de pesquisa histórica e os fatos são reais. Contudo, as reflexões e considerações acerca destes fatos, salvo exceções quando indicadas por
citações, refletem a opinião pessoal do autor.

Copyright 2014 por Lauro Schneider
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem a autorização por escrito do autor, salvo exceção quando se destinar para estudos bíblicos.

* Arquivo em PDF contendo 30 páginas. Aproximadamente 500kb. Livro incompleto. Para adquirir um exemplar entre em contato comigo.

Elementos da Santa Ceia
(Publicado: 10 de Fevereiro de 2015, Terça Feira, 20h49)
Uma consideração sobre o uso dos elementos na Santa Ceia, a partir da Dogmática Luterana do Müller, da Bíblia, da Apologia da Confissão de Augsburgo e Catecismo Maior de Lutero.

* Arquivo em PDF contendo 22 páginas. Aproximadamente 355Kb.



& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008