Ministério Internacional para Ex-Gays Expande Trabalhos no Brasil

O grupo trabalha em mais de 92 países ajudando quem deseja deixar a prática homossexual

Publicado neste site no dia:
11 de Julho de 2016, Segunda Feira, 20h34

Um trabalho internacional tem atendido homossexuais que estão insatisfeitos com a vida e buscam por apoio para entender seus desejos e buscar uma ressignificação de suas vontades.

É esse o trabalho desenvolvido pelo grupo Joel 2:25, um projeto que nasceu em Dallas, no Texas (EUA) e hoje está presente em mais de 92 países.

Através videoconferências, cerca de 27 grupos são formados e recebem suporte diários, semanais e mensais em diversos idiomas, inclusive português. Os temas abordados nas reuniões tratam sobre cura emocional e terapia reparativa.

O grupo foi fundado por Jeremy Schwab, um ex-ator de Hollywood que atuou em filmes como "Father’s Daughter", "True Romance" e "Zombie Campout". A vida nos teatros e na TV o envolveu no homossexualismo até que em 2010 ele resolveu deixar a prática.

"Em 2010, voltei para Cristo, depois de ter vivido um estilo de vida gay ativo por mais de 12 anos (a partir de Ensino Médio). Desde então, tenho experimentado grande cura, restauração e redução significativa de Atração por pessoas do mesmo sexo, através da oração, missa diária, terapia reparativa, e cura das emoções feridas", diz.

Schwab é católico e iniciou os trabalhos entre pessoas da mesma religião, mas com o tempo outros grupos religiosos passaram a ter interesse e hoje o Joel 2:25 atende protestantes, judeus e muçulmanos.

O nome do projeto tem ligação com o trecho bíblico por se referir a uma recompensa de Deus para os anos que foram destruídos pela prática homossexual.

A missão do programa Joel 2:25 é "promover uma alternativa para pessoas com AMS (Atração pelo Mesmo Sexo)". Através das reuniões, o indivíduo pode "descobrir a sua própria heterossexualidade subjacente" ou apenas "significar uma diminuição da sua erotização na atração pelo mesmo sexo", como afirma a assessoria de imprensa do grupo.


Trabalhos do grupo alcançam brasileiros
Quando conheceu o projeto Joel 2:25, o brasileiro Alan Almeida, 34 anos, se sentiu acolhido. Ele foi apresentado ao grupo em 2015 por meio de um amigo que também passava pelo processo de restauração.

"A contribuição para Joel na minha vida, foi saber que homossexualidade ou AMS (atração por pessoas do mesmo sexo), tem mudança, isso não por meio de palavras ou promessas de algo mágico ou 'miraculoso', mas pelo trabalho sério", diz ele que é natural do Pará, mas mora em São Paulo.

Para ele o grupo é importante para quem deseja ser transformado, não apenas através de uma vida casta, mas também descobrir sua real vocação.

Uma experiência com Deus aos 17 anos foi a marca para que Alan resolvesse mudar de vida. Mas não foi o suficiente para ele ter uma decisão total. "Até os meus 25 anos tinha quedas com masturbação, tomei a decisão de parar e consagrei minha sexualidade a Deus, então aquele vicio de masturbação cessou desde então passei a viver uma vida casta (total abstinência sexual)", revela.

Mas foi apenas aos 33 anos que ele conseguiu ter coragem de falar sobre seu passado, pois ainda tinha medo de revelar seus problemas com a sexualidade. "Cheguei para Deus e falei que não queria mais aquela vida de solidão e que esperava um milagre".

Foi então que ele foi apresentado para o Ministério Joel 2:25. "Eu não sabia de nada sobre as coisas que falam aqui como: Terapia Reparativa, Ministério de apoio para pessoas que querem curar sua identidade sexual ferida, até sobre a tal 'síndrome de Estocolmo' só fui descobrir quando entrei no Joel, dentre tantas outras coisas", afirma.

Foi participando das atividades do ministério Joel 2:25 que Alan começou a se entender. "Descobri que tudo é um trabalho de desconstrução de mentiras internalizadas por meio de experiências traumáticas e por uma retomada da minha identidade real a partir da auto aceitação e busca por mudança, uma caminhada que envolve ciência e minha fé".

Hoje Alan trabalha ajudando outras pessoas que procuram pelo ministério em busca de apoio. No Brasil as reuniões acontecem apenas com homens com mais de 19 anos. Interessados devem entrar em contato pelos e-mails: alan@joel225.org ou portugues@joel225.org.


Por Leiliane Roberta Lopes
Fonte: Gospel Prime



Links Relacionados
[Artigos Interessantes] Cristãos Lutam Contra Ideologia de Gênero
Uma das grandes vitórias da Bancada Evangélica no ano passado, com participação decisiva de membros da Bancada da Assembléia de Deus no Congresso Nacional, foi a retirada - do Plano Nacional de Educação (PNE) - da proposta de disseminação da ideologia de gênero no currículo das escolas pelo país. Essa proposta era uma das bandeiras dos militantes dos movimentos políticos homossexuais. Isso porque a ideologia de gênero prega, em síntese, que as expressões "sexo" e "gênero" devem ter significados diferentes, onde os aspectos biológicos do corpo passam a ter nenhuma importância para a definição de homem e mulher.


[Artigos Interessantes] Arcebispo de Vitória Critica Ideologia de Gênero: "Destrói a Família"
O arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela, criticou a chamada Ideologia de Gênero e disse que a inclusão do tema nos Planos Municipais, Estaduais e Nacional de Educação "destrói a família". O uso do termo, em vez de sexo feminino ou masculino, é interpretado pela Igreja como uma ideologia para educar meninos e meninas de forma neutra.


[Artigos Interessantes] Mais de 34 Mil Igrejas Rompem com a Presbiteriana dos EUA depois de Aprovar Casamento Gay
Como forma de estimular a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) a se arrepender de sua apostasia, a Iniciativa Nacional das Igrejas Negras (NBCI), que representa 34 mil igrejas de 15 denominações, declarou o rompimento de seus laços com a PCUSA, depois que alterou a sua constituição e aprovou o casamento homossexual.


[Artigos Interessantes] Vaticano Recebe Católicos Gays em Audiência com Francisco
O Vaticano fez algo sem precedentes nesta quarta-feira ao dar a um grupo de lésbicas e gays católicos assentos especiais na audiência geral semanal com o papa Francisco. Porém, em um sinal que a recepção não era total, os peregrinos do ministério New Ways foram identificados na lista de assistentes como um "grupo de laicos acompanhados por uma freira de Loreto".


[Artigos Interessantes] Lavagem Cerebral Infantil: Escolas de São Paulo Começam "Diversidade Sexual" Entre Meninos e Meninas
Por que os chamados educadores e pedagogos estão tão interessados em que crianças de 3 e 4 anos estejam longe dos pais e perto deles nas escolas? Por que o governo está tão ansioso de obrigar crianças de 4 anos a ir para a escola? Essa e outras perguntas são respondidas por uma matéria do jornal Estado de S. Paulo, que teve todo o cuidado de não criticar o intervencionismo abusivo de professores infantis que se julgam deuses. A matéria diz:


[Artigos Interessantes] Ativistas Pró-Aborto, Gays e Feministas Agridem Cristãos que Oravam em Igreja Durante Protesto
A defesa da liberdade de crença e do patrimônio de uma igreja resultou em imagens de agressões físicas e verbais por parte de ativistas gays, feministas e defensores do aborto na Argentina. Um protesto organizado pelo grupo de feministas pró-aborto vandalizou o templo da igreja com pichações que acusavam os cristãos de impor seus princípios à sociedade e impedir a liberação do aborto.


[Artigos Interessantes] Movimento Homossexual Agride Fisicamente Jovens Católicos
A Cruzada pela Família, promovida pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, está percorrendo o Brasil fazendo uma campanha ordeira e pacífica contra as leis de aborto e contra a agenda do movimento homossexual, como o kit homossexual nas escolas, a lei de homofobia, etc. Em Curitiba, 14/01/2013, o movimento homossexual, que se jacta de pregar a tolerância, mostrou mais uma vez sua verdadeira face: intolerante, violenta e ditatorial. Assista ao vídeo abaixo e veja até que ponto vai a "tolerância" e o "amor" que pregam. Depois de assistir, compartilhe com seus amigos, comente e faça sua parte para que o Brasil não caia nessa ditadura homossexual.


[Artigos Interessantes] Estudo Comprova Resgate da Sexualidade
Terapeutas que apóiam a homossexualidade dizem que é impossível mudar a orientação sexual, e que a tentativa de mudar é inerentemente prejudicial. Porém, sabemos que o Evangelho é o poder de Deus para a transformação de todo aquele que crê, inclusive homossexuais, como afirma o apóstolo Paulo (Rm 1:16; 1Co 6:9-11). Só que, além disso, os resultados finais de um estudo de longo período publicado na Revista de Terapia Sexual e Conjugal (revisada por outros especialistas) concluiu que tal terapia é tanto possível quanto bem indicada para muitas pessoas.


[Artigos Interessantes] Rainha Contra a União Homossexual
A rainha Elizabeth II, da Inglaterra, decidiu expressar a sua opinião quanto à união entre pessoas do mesmo sexo em seu país e manifestou claramente que é contra esse tipo de união como também à condenação de ministros homossexuais na Igreja Anglicana. Ela fez a sua declaração em correspondência oficial enviada no dia 6 de Julho e citada pelo jornal inglês Daily Telegraph.


[Artigos Interessantes] Miss Cristã Perde Coroa nos EUA
A Miss Califórnia Carrie Prejean teve que responder, na cerimônia de Miss EUA, no domingo, à pergunta que mais temia: "Vermont recentemente se tornou o quarto estado a legalizar o casamento de mesmo sexo. Você acha que todos os estados devem imitar?". A pergunta foi feita pelo blogueiro de fofocas de celebridades Perez Hilton, que é homossexual assumido e se considera "a rainha da mídia".


[Artigos Interessantes] Multidão Agitada de Homossexuais Ataca Física e Sexualmente Grupo Cristão de Oração
SAN FRANCISCO, Califórnia, EUA, novembro de 2008 (LifeSiteNews.com) — Uma multidão agitada de homossexuais atacou física e sexualmente um grupo de cristãos que estava orando no Distrito de Castro da cidade de San Francisco na semana passada, em evidente retaliação pela recente derrota do casamento homossexual na Califórnia. Os cristãos, um grupo de evangélicos que regularmente vai ao Distrito de Castro, que é predominantemente homossexual, para cantar cânticos e orar com as pessoas que passam, dizem que estavam segurando as mãos e cantando "Amazing Grace" quando uma multidão irada começou a empurrá-los e chutá-los, roubar os pertences deles, derramar café quente no rosto deles e atacá-los sexualmente.

COMENTE!
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008