Bíblia Estimula Consciência Social

Estudo mostra que quem lê Biblia com frequência é muito mais consciente

Um estudo promovido pela Universidade Baylor, no Texas, Estados Unidos, e coordenada pelo pesquisador Aaron Franzen, divulgou em setembro que a leitura frequente da Bíblia Sagrada desenvolve a consciência social das pessoas, resultando na preocupação com a pobreza e no tratamento mais humano dos criminosos, e ainda, segundo as informações da pesquisa, a leitura da Bíblia também está ligada a melhores atitudes em relação à Ciência.

O relatório obtido apontou que a probabilidade de os cristãos afirmarem que é relevante buscar a justiça social para conseguir ser uma boa pessoa aumentou 39% entre aqueles que realizam a leitura do Livro Sagrado ao menos uma vez por ano comparado aos que leem mais de uma vez por mês. Entre os cristãos entrevistados, 27% estão mais inclinados a dizer que é importante consumir ou usar menos produtos e ser uma pessoa boa ao se tornarem leitores frequentes da Bíblia.

Os leitores convictos também demonstraram resistência ao aborto legalizado e à pena de morte. Eles pedem mais rigor na punição para os criminosos e o aumento da autoridade do governo para combater o terrorismo. Além disso, a pesquisa mostrou que os efeitos desse hábito devocional atravessa as fronteiras estabelecidas entre conservadores e liberais. O texto dá conta de que menos de 25% dos entrevistados disseram ler as Sagradas Escrituras uma vez por semana ou mais.

"A pesquisa revela que os literalistas tendem a ler a Escritura com mais frequência e que essa leitura reforça seu conservadorismo", afirma Franzen, que é pesquisador de Sociologia da Religião do Departamento de Sociologia da Universidade de Baylor. O pesquisador é também autor do livro "Faith, Politics and Power: The Politics of Faith-Based Initiatives", publicado neste ano nos Estados Unidos.


Fonte: Mensageiro da Paz, Novembro 2011.




O que você achou do artigo?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008