Achado Arqueológico Pode Provar Existência De Personagem Bíblico

Pintura de Isaías na Sacristia de São Marcos, no Santuário da Santa Casa de Loreto, por Melozzo da Forlì, cerca de 1477 (Sailko/Wikimedia Commons)

Publicado neste site no dia:
27 de Fevereiro de 2018, Terça Feira, 18h45

São Paulo – Um achado arqueológico pode confirmar a existência de um personagem descrito na Bíblia. Um profeta teria previsto a vinda do Messias. No entanto, não há registro da existência dele, a não ser em textos bíblicos ou religiosos. Agora, pesquisadores da Universidade Hebraica em Jerusalém reportam ter encontrado um artefato que pode ser uma evidência de que o personagem chamado Isaías era real.

O selo encontrado pelos arqueólogos tem o nome Yesha’yah (a versão hebraica de "Isaías") ao lado de uma palavra que não está completa; o artefato em questão está danificado. O nome é seguido das letras nvy. Não se sabe se a palavra escrita terminava com a letra hebraica aleph, o que formaria a palavra "profeta".


(Biblical Archaeology Review/Reprodução)


O achado arqueológico estava próximo do selo do rei de Judá chamado Ezequias–que governou de 727 a 698 a.C.–, de quem Isaías era muito próximo.


(Biblical Archaeology Review/Reprodução)


"Parece que descobrimos uma impressão em selo que pode ter pertencido ao profeta Isaías, em uma escavação científica e arqueológica", de acordo com Eilat Mazar, autor principal do estudo na Universidade Hebraica de Jerusalém. "Se o selo pertencer mesmo ao profeta Isaías, não seria uma surpresa descobri-lo perto do que contém o nome do rei Ezequias, dada a relação simbiótica do profeta com o rei descrita na Bíblia."

O estudo completo foi publicado no periódico científico Biblical Archaeology Review.



Fonte: Abril Exame




Links Relacionados
[Artigos Interessantes] Nova Descoberta Arqueológica Confirma História Bíblica
Na Bíblia, narra-se como Ezequias, que reinou naquela região no século VIII a.C., "removeu os altares pagãos, esmagou as pedras sagradas e quebrou as imagens da deusa Aserá", em uma tentativa de abolir a adoração das divindade proibidas.


[Artigos Interessantes] Descoberta Arqueológica na China Pode Comprovar Dilúvio Bíblico
Alguns cientistas estão afirmando que as recentes descobertas no Vale do Rio Amarelo, na China, oferecem evidência sobre o dilúvio descrito na Bíblia. Os ossos de crianças descobertos no local revelam que as crianças parecem ter ficado presas em meio a uma grande inundação. Testes datam as ossadas por volta do ano 2.000 a. C, que seria consistente com a época que cientistas e historiadores calculam que o dilúvio de Noé ocorreu.


[Artigos Interessantes] Descoberta Arqueológica Revela Mistério Bíblico
Arqueólogos da expedição Leon Levy encontraram um cemitério filisteu perto da cidade de Ascalona, em Israel. No cemitério, foram encontrados 200 corpos filisteus enterrados com joias, perfumes e armamentos. Pela primeira vez na história, os pesquisadores contam com material para ajudar a compreender a origem e a cultura do antigo povo. Lawrence Stager, líder da expedição desde 1985, explica: "os filisteus tinham uma reputação muito ruim. Isso vai derrubar muitos mitos".

COMENTE!
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008