Quaker

William Penn foi um quaker bastante conhecido devido a sua imagem estampada nas embalagens Quaker Oats (apesar da empresa não ter nenhum vínculo com os Quakers).

Quaker (também denomidado Quacre em Português) é o nome dado a vários grupos religiosos, com origem comum num movimento protestante britânico do século XVII. A denominação quaker é chamada de Quakerismo, Sociedade Religiosa dos Amigos (em inglês: Religious Society of Friends), ou simplesmente Sociedade dos Amigos ou Amigos. Eles são conhecidos pela defesa do pacifismo e da simplicidade. Estima-se que haja 360.000 quakers no mundo, sendo o Quênia na África o local que possui a maior comunidade quaker.

Criado em 1652, pelo inglês George Fox, o Movimento Quaker pretendeu ser a restauração da fé cristã original, após séculos de apostasia; eles se chamavam de "Santos", "Filhos da Luz" e "Amigos da Verdade" – donde surge, no século XVIII, o nome "Sociedade dos Amigos".

A Sociedade dos Amigos reagiu contra o que considerava abusos da Igreja Anglicana, colocando-se como "sob a inspiração directa do Espírito Santo". Os membros desta sociedade, ridicularizados no século XVII com o nome de quakers (inglês para "tremedores"), que a maioria adota até hoje, rejeitam qualquer organização clerical, para viver no recolhimento, na pureza moral e na prática activa do pacifismo, da solidariedade e da filantropia. Perseguidos na Inglaterra por Carlos II, os quakers emigraram em massa para os Estados Unidos, onde, em 1681, criaram, sob a égide de William Penn, a colónia da Pensilvânia. Em 1947, os comitês ingleses e americanos do Auxílio Quaker Internacional receberam o Prêmio Nobel da Paz.


Crenças
Os Quakers, apesar de rejeitarem um credo formal, crêem em:

Sentir Deus – todo indivíduo é capaz de sentir Deus diretamente, sem intermediário algum. Todos têm uma Luz Interior: o Espírito Santo, que guia o indivíduo quando este se converte e aceita essa voz.

Bíblia – tradicionalmente os quakers aceitaram Cristo como a Palavra (Logos) Divina e a Bíblia seria o testemunho dessa Palavra. Alguns quakers têm-na como única influência.

Simplicidade – os quakers adotam modos de vidas simples: sem valorizar roupas caras, distinção de classe social, títulos honoríficos ou gastos desnecessários.

Igualdade – existe um forte senso de igualitarismo, evitando discriminação baseada em sexo ou raça. (Os quakers foram notáveis abolicionistas e feministas). As mulheres tiveram direitos iguais e participação dos cultos quakers desde o século XVIII.

Honestidade – recusam jurar, conduzir negócios obscuros, atividades antiéticas.

Ação Social – organizações como o Greenpeace e a Amnistia Internacional foram fundadas pelos quakers e são influenciadas pela ideologia da Sociedade dos Amigos;

Pacificismo – os quakers se recusam a usar armas e violência, mesmo em defesa alheia.


Culto
Existem duas formas de culto nas Reuniões da Sociedade Religiosa dos Amigos:

O Culto Programado, que se assemelha a qualquer outro culto protestante tradicional: conduzido por um ministro, com hinos, orações e leituras da Bíblia.

A outra forma é o tradicional Culto Silencioso ou não-programado, em que os quakers se reúnem e esperam que alguém se sinta guiado pelo Espírito Santo para exortar, ler a Bíblia, dar um testemunho, orar ou cantar. Às vezes um culto não-programado pode passar sem ter manifestação alguma, sendo uma hora de silêncio e meditação.

Rejeitando qualquer forma exterior de religião, os quakers não praticam o batismo com águas nem a Ceia do Senhor, diferentemente da maioria das denominações cristãs. Crêem que o indivíduo seja batizado "com fogo" (pelo Espírito Santo), falando na consciência; e relembram a obra de Cristo dando graças em toda refeição.


Personalidades Históricas
- Elizabeth Margaret Chandler (1807 - 1834): foi uma escritora e poetisa dos Estados Unidos. Ela se tornou a primeira mulher a abraçar publicamente a causa da abolição da escravatura por meio de seus escritos, antes de falecer aos vinte e seis anos de idade.

- William Penn (14 de outubro de 1644 - 30 de julho de 1718): foi o fundador da província de Pensilvânia, uma colônia do Reino Unido que posteriormente tornar-se-ia o estado americano homónimo. Os princípios democráticos que ele implementou na colônia serviram como uma fonte de inspiração para a Constituição americana. Encontra-se sepultado no Old Jordans Cemetery, Jordans, Buckinghamshire na Inglaterra. É o homem da marca Quaker, que estampa todas as caixas.

- Frederick W. Taylor (Filadélfia, 20 de Março de 1856 — Filadélfia, 21 de Março de 1915): mais conhecido por F. W. Taylor, foi um engenheiro mecânico estadunidense, inicialmente técnico em mecânica e operário, formou-se engenheiro mecânico estudando à noite. É considerado o "Pai da Administração Científica" por propor a utilização de métodos científicos cartesianos na administração de empresas. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administração industrial.

- Thomas Paine (29 de Janeiro de 1737, Thetford (Condado de Norfolk), Inglaterra - 8 de Junho de 1809, Estados Unidos): foi um político britânico, além de panfleteiro, revolucionário, radical, inventor, intelectual e um dos Pais Fundadores dos Estados Unidos da América. Viveu na Inglaterra até os 37 anos, quando imigrou para as colônias britânicas na América, em tempo de participar da Revolução Americana. Suas principais contribuições foram os amplamente lidos Common Sense (1776), advogando a independência colonial americana do Reino da Grã-Bretanha, e The American Crisis (1776–1783), uma série de panfletos revolucionários.

- Johns Hopkins (Condado de Anne Arundel, Maryland, 19 de maio de 1795 — Baltimore, 24 de dezembro de 1873): foi um rico empreendedor, filantropo e abolicionista estadunidense. Lembrado principalmente pela criação das instituições que ostentam seu nome, tais como a Johns Hopkins University, Johns Hopkins Hospital e Johns Hopkins School of Medicine. Quando Hopkins morreu sem deixar descendência em 1873, sua fortuna pessoal chegava a 7 milhões de dólares, principalmente em ações. Em seu testamento, feito em 1867, ele determinou que seu legado fosse utilizado para a criação de uma universidade e de um hospital - a Universidade e o Hospital Johns Hopkins, em Baltimore, Maryland. Tratava-se, na época, da maior doação privada feita nos Estados Unidos.

- Lucretia Mott (nascida Coffin, Nantucket, 3 de janeiro de 1793 — Filadélfia, 11 de Novembro de 1880): foi a primeira ativista estadunidense do século XVIII e é creditada como a primeira feminista.

- Philip Noel-Baker (Londres, 1 de Novembro de 1889 — Londres, 9 de Outubro de 1982): foi um político, diplomata e atleta britânico. Noel-Baker foi selecionado e correu para a Grã-Bretanha no Jogos Olímpicos de Estocolmo em 1912, e foi gerente da equipe. Carregou a bandeira da equipe britânica nos Jogos Olímpicos de 1920, onde ganhou uma medalha de prata nos 1500 metros. Foi premiado com o Nobel da Paz em 1959, pelo empenho de toda uma vida na paz e cooperação internacional. Ele é a única pessoa que ganhou uma medalha olímpica e também recebeu um Prêmio Nobel.

- Richard Nixon (Yorba Linda, 9 de janeiro de 1913 — Nova Iorque, 22 de abril de 1994): foi o 37° presidente dos Estados Unidos (1969-1974) e foi o único presidente a renunciar na história dos Estados Unidos. Ele foi também representante e senador pelo estado da Califórnia e 36° vice-presidente de seu país, durante o governo de Dwight Eisenhower.

- Arthur Stanley Eddington (Kendal, 28 de dezembro de 1882 — Cambridge, 22 de novembro de 1944): foi um astrofísico britânico do início do século XX. O limite de Eddington foi assim chamado em sua homenagem. Eddington é famoso pelo seu trabalho sobre a Teoria da Relatividade. Eddington escreveu um artigo em 1919, Report on the relativity theory of gravitation, que anunciou a Teoria Geral da Relatividade de Einstein para o mundo anglófono. Devido à Primeira Guerra Mundial, os novos desenvolvimentos da ciência alemã não eram muito bem conhecidos no Reino Unido.

- John Dalton (Eaglesfield, 6 de Setembro de 1766 — Manchester, 27 de Julho de 1844): foi um químico, meteorologista e físico inglês. Foi um dos primeiros cientistas a defender que a matéria é feita de pequenas partículas, os átomos. É também um dos pioneiros na meteorologia, iniciando suas observações em 1787 com instrumentos confeccionados por ele mesmo e publicando, seis anos mais tarde, o livro Meteorological Observations and Essays (Observações e Ensaios Meteorológicos), um dos primeiros concernentes à ciência meteorológica.

- James Dean (Marion, Indiana, 8 de Fevereiro de 1931 — Cholame, Califórnia, 30 de Setembro de 1955): foi um ator norte americano. É considerado um ícone cultural, como a melhor personificação da rebeldia e angústias próprias da juventude da década de 1950.


Fonte: Wikipédia




O que você achou dos Quakers?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008