As Cartas Paulinas (Parte 2) - 1a Coríntios
1a CORÍNTIOS
Na grama, a pele de um camaleão torna-se verde. Na terra, torna-se marrom. Este animal muda de cor para se adaptar ao ambiente. Muitos animais usam capacidade de camuflagem que lhes foi dada por Deus para sobreviver. É natural se adaptar ao ambiente. Mas os seguidores de Cristo são novas criaturas, nascidas de Deus e interiormente transformadas, com valores e estilos de vida que confrontam o mundo e colidem com a moral normalmente aceita pelos não-crentes. Os verdadeiros cristãos não se misturam. Os cristãos em Corinto lutavam contra o meio em que viviam. Cercados pela corrupção e por todos os pecados concebíveis, sentiam a pressão para se adaptar. Sabiam que eram livres em Cristo. Mas o que essa liberdade significava? Como deveriam ver os ídolos ou a sexualidade? O que deveriam fazer a respeito do casamento, das mulheres na Igreja e dos dons do Espírito? Essas eram mais do que apenas perguntas teóricas - a Igreja estava sendo minada pela imoralidade e pela imaturidade espiritual. A fé dos crentes estava sendo provada no crisol da imoral Corinto, e alguns deles estavam falhando na prova.

Paulo ouviu falar das lutas de Corinto e escreveu esta carta para tratar dos problemas daquela Igreja, sanar divisões e responder às perguntas dos crentes coríntios. Paulo confrontou o povo em relação aos pecados, à necessidade de uma ação corretiva e de ter um claro comprometimento com Cristo.

Após uma breve introdução (1.1-9), Paulo se dirigiu imediatamente à questão da unidade (1.10-4.21). Ele enfatizou a mensagem clara e simples do evangelho em torno da qual todos os crentes deveriam se reunir, explicou o papel dos líderes da Igreja e os exortou a crescerem em sua fé.

Paulo, então, lidou com a imoralidade de certos membros da Igreja e com a questão litigiosa entre cristãos (5.1-6.8). O apóstolo pediu que exercitassem a disciplina na Igreja e que resolvessem as questões internas por eles mesmos. Pelo fato de muitos dos problemas da Igreja de Corinto envolverem sexo, Paulo denunciou o pecado sexual de uma maneira extremamente firme (6.9-20). Em seguida, Paulo respondeu a algumas questões dos coríntios. Devido ao fato de a prostituição e a imoralidade serem comuns, os casamentos em Corinto estavam sendo destruídos, e os cristãos não estavam certos de como deveriam reagir. Paulo deu respostas diretas e práticas (7.1-40). Em relação à questão da carne sacrificada a ídolos, Paulo sugeriu que demonstrassem um comprometimento completo com Cristo e sensibilidade para com os outros crentes, especialmente os irmãos mais fracos (8.1-11.1).

Paulo continuou a falar sobre a adoração, explicou cuidadosamente o papel das mulheres, a Ceia do Senhor e os dons espirituais (11.2-14.40). Em meio a essa seção, está sua magnífica descrição do maior dom - o amor (cap. 13). Paulo concluiu com uma discussão sobre a ressurreição (15.1-58), alguns pensamentos finais, saudações e uma bênção (16.1-24).

Nesta carta, Paulo confrontou os coríntios com os pecados e as negligências deles. Em sua primeira carta, o apóstolo alertou todos os cristãos para serem cuidadosos, não se misturarem com o mundo e aceitarem seus valores e estilos de vida. Devemos viver centrados em Cristo, inculpáveis, vivendo no amor que faz diferença para Deus. Ao ler 1a Coríntios, examine seus valores, levando em conta um completo comprometimento com Cristo.


Informações Essenciais
Propósito - Identificar problemas na Igreja de Corinto, oferecer soluções e ensinar aos crentes como viver para Cristo em uma sociedade corrupta.

Autor - Paulo.

Destinatários - À Igreja de Corinto e aos cristãos de todo o mundo.

Data - Aproximadamente 55 d.C., próximo ao fim do ministério de três anos de Paulo em Éfeso, durante sua terceira viagem missionária.

Panorama - Corinto era uma grande cidade cosmopolita, possuía um porto e era o principal centro de comércio - a cidade mais importante da Acaia. Havia muita idolatria e imoralidade. A Igreja era, em sua maioria, composta de gentios. Paulo estabeleceu esta Igreja em sua segunda viagem missionária.

Versículo Chave - "Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa e que não haja entre vós dissensões; antes, sejais inteiramente unidos, em um mesmo sentido e um mesmo parecer." (1.10).

Pessoas Chave - Paulo, Timóteo e membros da casa de Cloe.

Lugar Chave - Corínto.

Características Particulares - Esta é uma carta direta e marcante.


Fonte: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal Almeida Revista e Corrigida, CPAD.




O que você tem a dizer sobre a 1a Epístola Paulina aos Coríntos?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008