As Cartas Paulinas (Parte 10) - 1a Timóteo
1a Timóteo
Mesmo sem notar, deixamos transparecer os nossos valores. Os pais em particular demonstram a seus filhos o que consideram importante e valioso. A expressão "Tal pai, tal filho" não é apenas um clichê bastante conhecido; é uma verdade permanente em nossos lares. E a experiência prova que os filhos freqüentemente seguem o estilo de vida de seus pais, repetindo seus êxitos e erros.

Timóteo é um bom exemplo de alguém que foi influenciado por familiares tementes a Deus. Sua mãe, Eunice, e sua avó Lóide, eram crentes judias que ajudaram em sua formação e promoveram seu crescimento espiritual (2 Tm 1.5; 3.15). Na "segunda geração" cristã mencionada no Novo Testamento, Timóteo se tornou um aprendiz de Paulo e pastor da igreja em Éfeso. No papel de um jovem ministro, Timóteo enfrentou todos os tipos de pressões, conflitos e desafios da igreja e da cultura que estava à sua volta. Para aconselhar e encorajar Timóteo, Paulo enviou-lhe esta carta extremamente pessoal.

Paulo escreveu 1a Timóteo em cerca de 64 d.C., provavelmente pouco antes de seu último encarceramento romano. Por ter apelado a César, Paulo foi enviado como prisioneiro a Roma (ver Atos 25 - 28). A maioria dos estudiosos acredita que Paulo foi libertado em aproximadamente 62 d.C. (possivelmente porque o "estatuto das limitações" havia expirado), e que o apóstolo deve ter viajado nos anos seguintes. Durante esse tempo, ele escreveu 1a Timóteo e Tito. Logo, porém, o imperador Nero iniciou sua campanha para eliminar o cristianismo. Acredita-se que durante este período Paulo foi novamente encarcerado e finalmente executado. Durante este segundo encarceramento romano, Paulo escreveu sua segunda carta a Timóteo. Tito e as duas cartas a Timóteo formam as chamadas "Cartas Pastorais".

A primeira carta de Paulo a Timóteo confirma o relacionamento deles (1.2). Paulo inicia seu conselho paternal, advertindo Timóteo a respeito dos falsos mestres (1.3-11) e exortando-o a se apoiar em sua fé em Cristo (1.12-20). A seguir, Paulo examina a adoração pública, enfatizando a importância da oração (2.1-7) e da ordem nas reuniões da igreja (2.8-15). Isto leva a uma abordagem acerca das qualificações dos líderes da igreja - presbíteros e diáconos. Neste ponto, Paulo lista critérios específicos para cada ofício (3.1-16).

Paulo fala novamente a respeito dos falsos mestres, ensinando Timóteo como reconhecer e responder a eles (4.1-16). Em seguida, dá um conselho prático sobre o cuidado pastoral com os jovens e idosos (5.1,2), viúvas (5.3-16), anciãos (5.17-25), e escravos (6.1,2). Paulo conclui exortando Timóteo a manter seus objetivos (6.3-10), a permanecer firme em sua fé (6.11,12), a viver de modo irrepreensível (6.13-16), e a ministrar fielmente (6.17-21).

Esta carta de Paulo a Timóteo contém muitas lições. Se você for um líder da igreja, observe o relacionamento de Paulo com este jovem discípulo - seus conselhos e direção cuidadosos. Meça a si próprio em relação às qualificações que Paulo estabelece para os presbíteros e diáconos. Se for um iniciante na fé, siga o exemplo dos fiéis líderes cristãos como Timóteo, que imitou o modo de vida de Paulo. Se você for um pai, pense no profundo efeito positivo que um lar cristão pode causar aos membros de sua família. Uma mãe e avó fiéis levaram Timóteo a Cristo, e o ministério dele ajudou a mudar o mundo.


Informações Essenciais
Propósito - Proporcionar encorajamento e instrução a Timóteo, um jovem líder.

Autor - Paulo.

Destinatários - A Timóteo, aos jovens líderes da igreja, e aos cristãos de todo o mundo.

Data - Cerca de 64 d.C., e enviada de Roma ou da Macedônia (talvez Filipos), provavelmente pouco antes do último encarceramento de Paulo em Roma.

Panorama - Timóteo era um dos companheiros mais íntimos de Paulo. Paulo enviou Timóteo à igreja em Éfeso para deter o falso ensino que ali havia surgido (1.3,4). Timóteo provavelmente serviu por algum tempo como líder na igreja de Éfeso. Paulo esperava visitá-lo (3.14,15; 4.13), mas enquanto isso, escreveu esta carta para dar a Timóteo instruções práticas sobre o ministério.

Versículo Chave - "Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza" (4.12).

Pessoas Chave - Paulo e Timóteo.

Lugares Chave - Éfeso.

Características Particulares - A primeira carta de Paulo a Timóteo é tanto um documento pessoal como um manual de administração e disciplina da igreja.


Fonte: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal Almeida Revista e Corrigida, CPAD.




O que você tem a dizer sobre a 1a carta que o Apóstolo Paulo escreveu para Timóteo?
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008