Precisamos Parar de Dizer que Há 33 Mill Denominações Protestantes

"The Reformers" (German School of the Early 17th Century). Foto: Bullinger, Zanchi, John Knox, Zwingli, Bucer, Matthew Parker, William Perkins, Melanchthon, Martin Luther, John Calvin, Theodore Beza e John Wyclif

Publicado neste site no dia:
24 de Fevereiro de 2016, Quarta Feira, 20h13


Prezados,
Graça e Paz

O site católico National Catholic Register publicou um artigo de um escritor católico chamado Scott Eric Alt sobre as denominações protestantes. As postagens de Scott são como um troféu para os apologetas católicos, pois antes de se tornar católico, Scott era um protestante. Porém, desta vez, o artigo postado deste ex-protestante foi um banho de água fria para os católicos anti-protestantes.



Por Scott Eric Alt

Recentemente, alguém me enviou um link com a nota "Aqui está algo para você refutar". De alguma forma, ao longo do caminho, parece que me tornei um 'Sr. Refutação'. E não posso dizer como isso aconteceu.

De alguma forma, o link era um artigo escrito por volta de 2007 por alguém que nunca ouvi falar, e é chamado de Dr. Glenn Andrew Peoples. Ele contesta o mito sobre a existência de 33.000 denominações protestantes.

Então, aparentemente, este leitor particular pensa em dizer que o Dr. Peoples precisa voltar pra escola e eu sou o único capaz de mostrar que realmente existem 33.000 denominações protestantes. Ou seja lá o que for, o número já deve ter aumentado hoje em dia. Possivelmente 51.314 como está escrito. (Deve haver uma fórmula para calcular essas coisas).

Lamento em dizer que essa refutação não acontecerá aqui. Não há - repita comigo - não há 33.000 denominações protestantes. Não há em qualquer lugar que mostra esta contagem. É um mito que se apoderou pela força da repetição, e foi citado e recitado pelo reflexo; mas é baseado em uma fonte que até os católicos terão que admitir, dependendo de uma fraca definição da palavra "denominação".

A fonte é da World Christian Encyclopedia (Barrett, Kurian, and Johnson; Oxford University Press). Tome nota da passagem onde a figura de 33.000 surge:


Então, de acordo com o WCE, a figura de 33.000 representa o "mundo cristão". Agora, a menos que um católico queira supor que o "mundo cristão" significa o Protestantismo, o número teria que ser algo menor. De acordo com a fonte da qual o número 33.000 aparece, o numeral é a totalidade do Cristianismo e não do Protestantismo especificamente.

Em seguida, o WEC passa a quebrar "o cristianismo mundial" nas seguintes categorias:


Sendo assim, o WEC apenas classifica 9000 denominações (27% do total) como protestantes. Para chegar a 33.000, deve-se adicionar os independentes, os marginais, os anglicanos, e 232 dos ortodoxos.

Entre os 23.600 "independentes" e "marginais" (70% do total) são grupos difíceis de serem tachados como "protestantes". Eles incluem os mórmons (122 denominações), as Testemunhas de Jeová (229 denominações), Maçons (28 denominações), Cristadelfianos (21 denominações), Unitarianos (29 denominações), Ciência Cristã (59 denominações), Teosofistas (3 ou mais denominações), Britânicos Israelitas (8 denominações), Grupos do Evangelho da Prosperidade (27 denominações), Unidades Pentecostais (680 denominações), Budistas Cristãos (9 denominações), Wandering Bishops (12 denominações), Nestorianos Independentes (5 denominações), os ocultistas (3 denominações), os espíritas (20 denominações), Sionistas (159 denominações), Rede Árabe de Rádio/TV (19 denominações), gay/homossexual tradicional (2 denominações), e católicos ortodoxos (435 denominações). É uma lista bem estranha e eclética (Veja aqui e aqui).

Por mais que seja forte a tentação em caracterizar qualquer grupo não-católico ou ortodoxo como "protestantes", você não pode fazer isso. O que os apologistas protestantes irão dizer é que você não sabe o que é Protestantismo. E se você não souber o que é o Protestantismo, então quem é você para falar sobre os erros deles? Os Mórmons, as Testemunhas de Jeová, entre outros incluídos nos 23.600 denominações independentes e marginais, não são sequer cristãos; Eles aderiram a uma falsa cristologia. Já os Protestantes e os Católicos estão de acordo sobre quem é Cristo. Já outros grupos possuem outras ideias.

Na verdade, se você verificar a repartição destas 214 supostas denominações, aqui está o que você vai encontrar: Rito Latino Católicos, Rito Bizantino Católicos, Melquitas, Coptas, Maronitas. Ou seja, o WCE classifica diferentes ritos dessas diferentes denominações, apesar do fato de que todos eles estão em união com Roma. Não é um católico que trabalha sob o sol que não pode ser suspeito de uma definição de trabalho de "denominação" que permitisse isso. O total resultante deve ser inflado por 24,100% no presente caso. Por que não dizer das denominações dominicanas e jesuítas? Alguém diria que católicos bizantinos são a sua própria denominação e não sabe o que é uma denominação? Então, como se torna confiável uma fonte que nos diz sobre as muitas denominações protestantes?

O WCE define "denominação" assim:


Está de bom tamanho. Parece ser a definição de uma denominação como qualquer entidade cristã que é eclesialmente independente. Mas você notou que a definição limita o alcance de uma denominação para "dentro de um país específico"? Em outras palavras, você não pode ter uma única denominação existente nos Estados Unidos e na Inglaterra, ao mesmo tempo. Eles podem tanto ser Presbiterianos, mas são duas denominações diferentes, mesmo se nada mais os divide. Assim, o WCE surge com 438 denominações presbiterianas, 647 metodistas e 1017 batistas.

Eu acho que o número está inflado.

Além disso, as congregações batistas independentes que tem uma alta doutrina da igreja local e governa a si mesmos, são cada um contados como denominações distintas, embora todos eles podem acreditar na mesma doutrina. Há 8.142 congregações nomeados pelo WCE, seja Batista ou não, seja protestante ou não.

Muitos católicos gostam de citar a figura de 33.000, porque o número é tão escandalosamente alto que se torna uma vergonha para os protestantes. Pesquise sobre todas essas divisões em suas fileiras! Os católicos precisam parar de citar esse número, não só porque é falso, mas porque não é o ponto de quantas denominações protestantes existem. O ponto é o escândalo de divisão entre eles. Qualquer divisão no corpo de Cristo é um escândalo.

O ponto real é a palavra de S. Paulo aos Efésios 4:4-16:

"Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança que pertence a seu convite, um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos nós, que é acima de tudo e por todos e em todos"

Por "um só corpo", S. Paulo dizia "única Igreja", como é evidente quando se compara Efésios 1:22-23 e Colossenses 1:18,24. Protestantes não precisam responder a uma Enciclopédia, e sim a São Paulo. Esta é a única discussão que vale a pena ter. Nós cometemos um erro fixando o número duvidoso de 33.000.


Fonte: www.ncregister.com/blog/scottericalt/we-need-to-stop-saying-that-there-are-33000-protestant-denominations/




Links Relacionados
PERGUNTAS E RESPOSTAS - A Hierarquia Protestante
Olá, meu nome é Leonardo Dornas, sou católico e navegando pela internet me deparei com o site de vcs (http://protestantismo.ieadcg.com.br), lá tem uma seção "perguntas e respostas" e várias pessoas fazem várias perguntas enfim...quando vcs respondem àquelas perguntas vcs respondem com que autoridade? Em nome de quem? Sei que vão me responder que usam a bíblia que é a palavra de Deus e só nela há as respostas (solla scritura) sei que vão responder isso... também creio que a Bíblia seja a palavra de Deus, disso não tenho dúvidas mas minha pergunta é um pouco mais detalhada. Por exemplo, existem milhares de denominações protestantes especialmente no Brasil, em nome de qual delas vcs estão respondendo? afinal um mesmo texto bíblico pode ser interpretado de muitas formas, no caso da Santa Igreja Católica temos o magistério da Igreja e a Tradição e temos sempre a garantia que o ensinamento na igrejinha aqui na minha cidade é o mesmo na Capela São Pedro no Vaticano, claro que não com as mesmas palavras mas o ensinamento a respeito de questões de fé é sempre o mesmo afinal temos o catecismo da Igreja, Documentos da Igreja, etc e estamos subordinados hierarquicamente ao Vaticano e vcs protestantes tem alguma subordinação hierárquica? respondem em nome de alguém? Quando um protestante fala que a Igreja Evangélica tem tal entendimento esse entendimento é da Igreja Evangélica a qual aquela pessoa pertence? é o entendimento daquela denominção ou é o entendimento de todas as denominações evangélicas existentes? Se a resposta de vcs for que o entendimento é de todas as denominações quem me garante isso? No caso da Igreja Católica quem garante é o Papa que é a instância final em se tratando de fé e no caso dos protestantes quem garante? Apesar de minha pergunta soar como uma provocação não a interpretem assim por favor, pergunto por curiosidade mesmo. É que tenho receio da liberdade de interpretação e do fundamentalismo bíblico existente por aí. Já foi dito uma vez que "a bíblia é como uma pessoa que torturada fala tudo que o carrasco quiser".

Grato
Leonardo Dornas


ARTIGOS INTERESSANTES - Brasil: Evangélicos Abrem 14 Mil Igrejas por Ano
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística confirma: o segmento evangélico aumentou a olhos vistos no Brasil nas últimas décadas. O instituto também tem confirmado a crescente influência dos religiosos na sociedade. Os números publicados pelo governo indicam 42,3 milhões evangélicos no país em 2010. Segundo o ministério Servindo aos Pastores e Líderes (SEPAL), existe a chance de os evangélicos serem mais da metade da população brasileira em 2020.


ARTIGOS INTERESSANTES - Mais de 34 Mil Igrejas Rompem com a Presbiteriana dos EUA depois de Aprovar Casamento Gay
Como forma de estimular a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) a se arrepender de sua apostasia, a Iniciativa Nacional das Igrejas Negras (NBCI), que representa 34 mil igrejas de 15 denominações, declarou o rompimento de seus laços com a PCUSA, depois que alterou a sua constituição e aprovou o casamento homossexual.


ARTIGOS INTERESSANTES - A Fé da Juventude
O jovem brasileiro dá mais valor à fé do que às igrejas. Ele escolhe professar uma determinada religião por iniciativa própria, não por orientação familiar ou costume. E tem uma relação de intimidade com Deus, sem o temor e a distância tão presentes nas gerações anteriores. Essas são as principais tendências observadas por respeitados especialistas do País, comprovadas por estudos recentes - ainda inéditos e aos quais ISTOÉ teve acesso. Esses estudos revelam que o perfil religioso da população está sofrendo alterações significativas e definitivas. Mais: isso ocorre acima de tudo por conta da atitude religiosa manifestada pela juventude do que pela filiação dela a qualquer religião.


ESTUDOS - O Protestantismo é a Única Causa das Divisões Religiosas?
Na época de Cristo, os judeus eram divididos em alguns grupos. Eram eles: os Fariseus, os Saduceus, os Samaritanos, os Essênios, os Herodianos e os Zelotes. Cada grupo carregava pensamentos e comportamentos diferentes entre si. Por incrível que pareça, não há registros nos Sagrados Evangelhos sobre críticas do Senhor Jesus Cristo contra a existência desses grupos. O Senhor apenas alertava para eles não cometerem ERROS DOUTRINÁRIOS para com a Palavra de Deus.


ESTUDOS - Qual a Diferença Entre Católicos e Protestantes?
Há várias diferenças importantes entre católicos e protestantes. Apesar das tentativas, através dos últimos anos, de se achar coisas em comum entre os dois grupos, o fato é que as diferenças continuam existindo, e elas são tão importantes hoje como foram no começo da Reforma Protestante. Segue-se um rápido resumo de algumas das mais importantes diferenças:


ESTUDOS - A Igreja do Novo Testamento (Parte 2): A Natureza da Igreja
Já temos uma definição de Igreja com base nos termos bíblicos primários, como ekklêsia (um grupo de cidadãos reunidos visando um propósito específico) e kuriakos (um grupo que pertence ao Senhor). A natureza da Igreja, no entanto, é por demais extensiva para ser englobada em poucas e simples definições. A Bíblia emprega numerosas descrições metafóricas da Igreja, sendo que cada uma delas retrata um aspecto diferente do que ela é e do que é chamada a fazer. Paul Minear observa que cerca de oitenta termos neotestamentários delineiam o significado e o propósito da Igreja. Explorar cada um deles seria um estudo fascinante. Mas, no presente capítulo, bastará examinar as designações mais relevantes.


ESTUDOS - A Igreja de Deus no Singular e no Plural
Muito se ouve hoje em dia, a seguinte expressão: "Mas, existem muitas igrejas. Qual delas é a verdadeira? Como podemos saber?" Quando você ouvir algo do gênero, irmão, tenha paciência com quem falou. Porque, certamente tal pessoa não sabe o que é igreja. E cabe-nos esclarecê-la. É o que pretendo fazer neste tópico.


DEFESA DA FÉ CRISTÃ - Refutando as Heresias das Seitas Homossexuais
Primeiramente gostaríamos de dizer que este artigo não tem como objetivo "atacar" o homossexual em sí. E sim refutar heresias que servem de apoio ao homossexualismo na Igreja de Cristo. Pois a Palavra de Deus é bem clara ao dizer que tais relações é abominável aos olhos do Senhor. São doutrinas de Satanás que tende a distorcer de uma forma gravíssima a Palavra de Deus.


DEFESA DA FÉ CRISTÃ - Testemunha de Jeová e Mórmons São Protestantes?
Em vários debates teológicos que envolve o povo protestante, principalmente Católicos x Protestantes, os não-protestantes de vez em quando nos atacam mostrando heresias dos Testemunhas de Jeová e dos Mórmons. Então, TJ's e Mórmons são ou não são protestantes?


DEFESA DA FÉ CRISTÃ - Respostas às "Vinte Razões Por Que Não Sou Protestante"
Circula pela internet, um artigo de apologética, sob o título "Vinte razões por que não sou protestante". A pedido de um irmão da Fé Reformada, elaboramos a devida refutação a cada uma das questões levantadas. Vejamos:

COMENTE!
Nome:

E-Mail:

Comentário:





& PROTESTANTISMO &
Desde 03 de Agosto de 2008